Repositório Digital

A- A A+

Perda auditiva em idosos : relação entre queixa auditiva e diagnóstico audiológico e verificação da ocorrência de utilização da prótese auditiva

.

Perda auditiva em idosos : relação entre queixa auditiva e diagnóstico audiológico e verificação da ocorrência de utilização da prótese auditiva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perda auditiva em idosos : relação entre queixa auditiva e diagnóstico audiológico e verificação da ocorrência de utilização da prótese auditiva
Autor Costi, Bruna Barcellos
Orientador Teixeira, Adriane Ribeiro
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Fonoaudiologia, ênfase no Envelhecimento.
Assunto Distúrbios da audição
Idoso
Implantes cocleares
[en] Elderly
[en] Hearing aids
[en] Hearing loss
Resumo Com o envelhecimento, uma série de mudanças fisiológicas nos sistemas sensoriais são esperadas, entre elas a perda auditiva (PA). O objetivo desta pesquisa foi verificar se existe associação entre a presença de queixa de PA, o resultado da avaliação audiológica e o uso de aparelho de amplificação sonora individual (AASI). A amostra foi constituída por um grupo de 53 idosos de ambos os sexos e a coleta de dados constou de anamnese e avaliação auditiva realizada em cabina acustica, com pesquisa de limiares aéreos e ósseos. Constatou-se que 46 idosos (86,8%) eram do sexo feminino e 7 (13,2%) do sexo masculino. A média de idade foi de 71,7 anos. Vinte e nove sujeitos (54,7%) afirmaram ouvir bem. Quando questionados sobre dificuldades específicas para a compreensão de fala, porém, 15 (51,7%) afirmaram apresentar problemas para entender em ambientes ruidosos, 10 (34,5%) em situações com fala em fraca intensidade, 7 (24,1%) ao telefone, 6 (20,7%) em fala com velocidade rápida e 10(38,4%) em outras situações. A avaliação auditiva mostrou que, das 106 orelhas avaliadas, 42 (79,2%) apresentavam PA na orelha direita (OD) e 44 (83,0%) na orelha esquerda (OE). O tipo de PA mais prevalente foram as PA neurossensoriais, em 36 (85,7%) OD e em 39 (88,6%) OE. Com relação ao grau, constatou-se que na maior parte dos casos ocorreram PA em frequências altas [20 (47,6%) OD e 21 (47,7%) OE]. Nos demais casos foram constatadas perdas auditivas de grau leve (21,4% OD e 29,5% OE), moderado (16,7% OD e 13,6% OE) e profundo (2,4 OD e 2,4 OE). Nos demais casos foram constatadas perdas auditivas em frequências específicas. Assim, do total de 53 idosos, em 42 (79,2%) foi observada perda auditiva bilateral, em 2 (3,8%) perda unilateral e 9 (17,0%) não apresentaram perda auditiva. Desta forma, tem-se 44 indivíduos (83,0%) com perda auditiva. A idade (p=0,035) e a presença de queixa de dificuldade em entender a fala foram associados com a presença de perda auditiva (p=0,029). Constatou-se que somente dois idosos (3,8%) utilizavam AASI. Conclui-se que, no grupo estudado, a maior parte dos idosos, afirmaram ouvir bem, mas apresentavam queixa específica de dificuldades de compreensão da fala. A avaliação auditiva evidenciou que 83% apresentavam PA, mas somente 3,8% faziam uso de dispositivos de amplificação. Assim, confirma-se a importância do trabalho fonoaudiológico com idosos, salientando a necessidade de verificação da função auditiva, visando a reabilitação auditiva, evitando as consequências da PA.
Abstract The aging process triggers a series of expected physiological changes in the sensory system, the hearing loss (HL) among them. This research wants to examine whether there is an association among the presence of HL complaint, the outcome of the audiological assessment and the use of an individual hearing aids (HA). The sample encompassed a group of 53 elder individuals, both men and women, and data collection included anamnesis and hearing assessment which was conducted inside an acoustic booth, with investigation of the aerial and bone thresholds. Among the elder subjects, 46 (86.8%) were females, and 7 (13.2%) were males. The average age was 71.7 years. Twenty-nine subjects (54.7%) stated they could hear well. But when questioned about specific difficulties to understand speech 15 (51.7%) stated they had understanding problems in noisy environments; 10 (34.5%) reported problems in situations with low intensity speech; 7 (24.1%) reported problems talking on the telephone; 6 (20.7%) reported problems with fast speed speech, and 10 (38.4%) reported having problems with other situations. Hearing assessment showed that out of 106 assessed ears, 42 (79.2%) showed HL in the right ear (RE), and 44 (83.0%) in the left ear (LE). The most prevailing HL included sensorineural hearing losses in 36 (85.7%) right ears (RE), and in 39 (88.6%) left ears (LE). As to grade, it was acknowledged that HL had occurred in high frequencies most of the cases [20 (47.6%) in the RE, and 21 (47.7%) in the LE]. As to the remaining cases, low HL (21.4% RE and 29.5% LE), moderate HL (16.7% RE and 13.6% LE), and deep hearing losses (2.4 RE and 2.4 LE). Other cases showed specific frequencies hearing losses. Therefore, 42 (79.2%) out of 53 elders showed bilateral HL; 2 elders (3.8%) showed unilateral HL, and 9 (17.0%) showed no HL. Thus, 44 individuals (83.0%) had HL. Both the age (p=0.035) and the presence of acomplaint of difficulty understanding speech were associated with the presence of HL (p=0.029). It was found that only two old individuals (3.8%) used HA. So, in the investigated group, most of the elders (3.8%) acknowledged good hearing, although they had a specific complaint of difficulties to understand speech. The hearing assessment emphasized that 83% showed HL, although only 3.8% were using sound amplifier devices. This finding verifies how significant the work of the speech therapist is regarding the elders, mainly the need to examine the auditory function to restore the hearing function and avoid the HL consequences.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/37912
Arquivos Descrição Formato
000823422.pdf (150.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.