Repositório Digital

A- A A+

Conhecimento das gestantes sobre a triagen auditiva neonatal

.

Conhecimento das gestantes sobre a triagen auditiva neonatal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conhecimento das gestantes sobre a triagen auditiva neonatal
Autor Hochnadel, Daniele Borges
Orientador Sleifer, Pricila
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Fonoaudiologia, ênfase em Infância.
Assunto Audição
Bebê
Triagem neonatal
[en] Knowledge
[en] Newborn screening
[en] Pregnant
Resumo Objetivos: verificar o conhecimento de gestantes sobre a triagem auditiva neonatal. Métodos: foi aplicado um questionário composto por 15 perguntas de múltipla escolha às gestantes, enquanto aguardavam para realizarem consultas de prénatal, na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Resultados: participaram 413 gestantes, de 15 a 44 anos de idade; 68,7% das gestantes nunca ouviu falar em TAN; 97,3% não possui conhecimento sobre como é realizado o teste; 79,5% não recebeu nenhum tipo de informação sobre o desenvolvimento da audição do bebê; 74,1% desconhece o período ideal para realização da TAN; 86,3% desconhece os fatores de risco para a perda auditiva; 93,2% desconhece os locais que realizam o teste. Apesar de apresentarem desconhecimento sobre vários aspectos, 100% das gestantes demonstraram intenção de realizar a TAN em seus bebês. Conclusão: as gestantes pesquisadas não apresentam conhecimento satisfatório sobre a triagem auditiva neonatal. As mesmas desconhecem vários aspectos relacionados à TAN, sendo que as principais dúvidas referem-se ao procedimento utilizado na realização do teste, desenvolvimento auditivo do bebê, período ideal para a realização do exame, fatores de risco para a perda auditiva, além dos locais que dispõem do teste. Apesar de não possuírem conhecimento suficiente, a pesquisa verificou uma unanimidade entre as gestantes com relação à intenção de realizar o teste em seus bebês.
Abstract Objectives: to evaluate the pregnant women's knowledge about newborn hearing screening (NHS). Methods: A multiple-choice questionnaire composed of 15 questions was applied to the pregnants while waiting for prenatal consultations at Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Results: a total of 413 pregnant women aged 15-44 participated; 68,7% of pregnant women have never heard about NHS; 97,3% of them are unaware of how the test is taken; 79,5% of interviewed women received no information on the development of the baby's hearing; 74.1% of them do not know the ideal time to take the NHS test; 86.3% of pregnant women are unaware of the risk factors for hearing loss; 93.2% of them do not know where the tests are taken. Despite their unawareness of several aspects, 100% of pregnant women intend to conduct NHS test on their babies. Conclusion: the pregnant women surveyed do not have enough knowledge on NHS. Pregnant women are unaware of several aspects of the NHS, although the main questions refer to the procedure used for testing: baby's hearing development, the ideal time to take the test, risk factors for hearing loss and where they can take the test. Despite they do not have enough knowledge, the research found a consensus among pregnant women in relation to the intention to conduct the test on their babies.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/37925
Arquivos Descrição Formato
000823860.pdf (207.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.