Repositório Digital

A- A A+

Produção de hortaliças no município de Viamão : convencionais versos orgânicos

.

Produção de hortaliças no município de Viamão : convencionais versos orgânicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Produção de hortaliças no município de Viamão : convencionais versos orgânicos
Autor Vieira, Marco Antonio Nunes
Orientador Dal Soglio, Fabio Kessler
Co-orientador Maia, Cláudio Machado
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Tecnólogo em Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural a Distância.
Assunto Agricultura familiar
Agricultura orgânica
Desenvolvimento rural
Horticultura
Viamão (RS)
[en] Conventional agriculture
[en] Family agriculture
[en] Organic agriculture
[en] Vegetables in Viamão
Resumo O foco desse estudo é conhecer a realidade da produção de hortaliças no município de Viamão, no Rio Grande do Sul, a partir do seu resgate histórico e da análise dos motivos pelos quais a produção de hortaliças é realizada, na sua grande maioria, de modo convencional e não orgânico. Para realização desse estudo, procedeu-se a combinação de algumas técnicas de investigação, buscando compreender melhor o tema objeto de estudo e responder a indagação que o norteia. Para chegar ao resultado final e responder essa indagação, foi utilizado roteiro de entrevistas com perguntas que permitiam respostas abertas, as quais, posteriormente, foram interpretadas. Para aclarar o entendimento a respeito do tema, serão abordados conceitos que contextualizam o leitor com o assunto analisado, como a agricultura convencional, orgânica e familiar. A partir das consideres das entrevistas, inferiu-se que, para a maioria dos olericultores, a falta de oferta de mão de obra apareceu como um dos fatores comuns que os conduz a permanecer produzindo de forma convencional. Além disso, constata-se que o modelo de produção incentivado na década de 70, no inicio do cultivo de hortaliças em Viamão, está fortemente assentado no cerne dos pacotes tecnológicos, o que faz com que esses olericultores permaneçam nesse modelo até a atualidade. Outra constatação é que não existe, por parte do poder público, um fomento à produção e consumo de orgânicos.
Abstract The focus of this study is knows the production of vegetables reality in the city of Viamão in Rio Grande do Sul, from its historical review and analysis of the reasons why the production of vegetables is, mostly, conventional rather than organic. To perform this study, we proceeded to some combination of research techniques to get better understanding to the subject for study and answer the question that guides them. To reach the final result and answer this question, we used script for interviews with questions that allowed informal answers, which were later interpreted. To clarify the understanding of the issue, some concepts will be developed to contextualize the reader into the subject discussed, as conventional, organic and family agriculture. From the interviews, we inferred that, for most farmers, the shortage of manpower emerged as a common factor that leads them to stay producing conventionally. Moreover, it appears that the production model in the 70's encouraged at the beginning of the cultivation of vegetables in Viamão is strongly seated at the heart of technological packages, which makes these farmers follow this model up now. Another situation is that there is not a promotion of organic production and consumption by the government.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/38183
Arquivos Descrição Formato
000819933.pdf (1.335Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.