Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de curvas operacionais para uma coluna despentanizadora

.

Desenvolvimento de curvas operacionais para uma coluna despentanizadora

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de curvas operacionais para uma coluna despentanizadora
Autor Oliveira, Laís Floriano de
Orientador Farenzena, Marcelo
Co-orientador Fernandes, Patrícia Arrieche
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo As mudanças a que são submetidos os processos industriais ao longo do tempo tornam imprescindível, para manter a competitividade da indústria no mercado e uma produção otimizada, o conhecimento da performance dos equipamentos em todo seu range operacional. A destilação, operação de separação mais utilizada industrialmente, é responsável por grande parte dos custos operacionais das plantas em que está presente e pode ter uma melhor ou pior performance, de acordo com os ajustes realizados em suas variáveis de operação. Diversos métodos gráficos e analíticos permitem prever, através de análises simplificadas, a energia mínima necessária para determinada separação por destilação e o comportamento da coluna diante de modificações em suas variáveis de entrada. Métodos que utilizam simuladores para tal fim proporcionam resultados mais acurados, como é o caso das curvas operacionais. Estas são construídas através de simulações do modelo da coluna e representam o comportamento das variáveis de saída diante de alterações nas variáveis de entrada, fixados valores de um parâmetro através do qual é medida a performance do equipamento. No presente trabalho, foi construído, no simulador comercial Aspen Plus®, o modelo de uma coluna despentanizadora, a partir do qual foram geradas curvas operacionais com a recuperação de C5 no produto retirado lateralmente como índice de performance. A partir da análise dos resultados da simulação do modelo concluiu-se que a coluna não opera em sua performance máxima. A construção das curvas permitiu determinar alguns ajustes a serem realizados na razão de refluxo e na vazão de retirada lateral para atingir esse objetivo, além de demonstrar a possibilidade de melhoria de performance com diminuição de gastos energéticos relacionados à carga térmica do refervedor.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/38369
Arquivos Descrição Formato
000823857.pdf (1.210Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.