Repositório Digital

A- A A+

Estudo da qualidade do ar na região urbana de Porto Alegre: variabilidade das concentrações do parâmetro partículas inaláveis

.

Estudo da qualidade do ar na região urbana de Porto Alegre: variabilidade das concentrações do parâmetro partículas inaláveis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da qualidade do ar na região urbana de Porto Alegre: variabilidade das concentrações do parâmetro partículas inaláveis
Autor Lindau, Filipe Gaudie Ley
Orientador Krahl, Carlos Alberto
Co-orientador Fontoura, Fabiano Porto da
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo As concentrações de partículas inaláveis (PM10) medidas em Porto Alegre por três estações de monitoramento da qualidade do ar localizadas na zona urbana do município, no período de janeiro de 2009 a agosto de 2011, foram analisadas. A estação Centro da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM) forneceu concentrações médias horárias e diárias de PM10, enquanto as duas estações da Fundação de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul (FEPAM) forneceram concentrações médias diárias, a cada seis dias, de PM10. Dados meteorológicos diários foram obtidos de três diferentes pontos de monitoramento no município. Analisou-se a variabilidade espacial na concentração de PM10, entre as três estações e analisaram-se, também, as variabilidades horária, diária, mensal e anual, mas essas somente para a estação Centro. Utilizou-se o método da análise de variância de um fator, com o auxílio do método de Tukey para indicar entre quais grupos houve diferenças significativas. As concentrações obtidas estavam, todas, abaixo do padrão estabelecido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). A zona Norte de Porto Alegre, os períodos da manhã e da noite, os meses de inverno e o ano de 2011 apresentaram as maiores concentrações médias de PM10, com diferenças significativamente maiores em relação às outras condições. Destacaram-se, como prováveis motivos para tais resultados, os eventos de inversão térmica de superfície bem como a influência de emissões oriundas de outras regiões, como as grandes queimadas e as erupções vulcânicas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/38384
Arquivos Descrição Formato
000823843.pdf (1.744Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.