Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da aplicação do processo de eletrólise no tratamento do chorume de aterro sanitário

.

Avaliação da aplicação do processo de eletrólise no tratamento do chorume de aterro sanitário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da aplicação do processo de eletrólise no tratamento do chorume de aterro sanitário
Autor Toba, Hiroki
Orientador Cassini, Aline Schilling
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo Os aterros sanitários, embora tenham atenuado os problemas associados a disposição final de resíduos sólidos, trouxeram consigo outra questão, não menos importante: a geração de um efluentes líquido chamado de chorume. Este trabalho apresenta uma proposta de tratamento de chorume de aterro sanitário, envolvendo a aplicação da eletrólise. Foram avaliados os comportamentos de três tipos de amostras frente a este processo: o chorume bruto (como coletado), o chorume após filtração prévia e o clarificado do chorume pós-tratamento físico-químico. A remoção da matéria orgânica, avaliada através da demanda química de oxigênio (DQO), foi insatisfatória. A redução de DQO do chorume bruto foi de 1,90%. Para o chorume filtrado, a eficiência na redução da DQO foi de 9,37%, e para o chorume clarificado, foi de 8,18%. Embora os resultados tenham sido considerados insatisfatórios, este método de tratamento não deve ser descartado, mas, sim, estudado mais profundamente. Neste sentido são apontados procedimentos que podem ser aperfeiçoados em trabalhos futuros.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/38386
Arquivos Descrição Formato
000823848.pdf (2.644Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.