Repositório Digital

A- A A+

Hepatocellular carcinoma in patients undergoing orthotopic liver transplantation : radiological findings with anatomopathological correlation in Brazil

.

Hepatocellular carcinoma in patients undergoing orthotopic liver transplantation : radiological findings with anatomopathological correlation in Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Hepatocellular carcinoma in patients undergoing orthotopic liver transplantation : radiological findings with anatomopathological correlation in Brazil
Outro título Carcinoma hepatocelular em pacientes submetidos a transplante hepático : achados radiológicos com correlação anatomopatológica no Brasil
Autor Maciel, Antonio Carlos
Moreira, Roger Klein
Cerski, Carlos Thadeu Schmidt
Resende, Vinícius Labrea
Zanotelli, Maria Lucia
Matiotti, Simone B.
Resumo Racional - O carcinoma hepatocelular é um dos tumores malignos mais comuns em todo o mundo. Exames de imagens, especialmente tomografia computadorizada e ultra-sonografia, estão entre as principais técnicas diagnósticas, embora a acurácia destes métodos possa apresentar significativa variabilidade. Objetivos - Determinar a prevalência de carcinoma hepatocelular em pacientes cirróticos submetidos a transplante hepático na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, RS; estimar a sensibilidade da tomografia computadorizada e da ultra-sonografia na detecção pré-transplante de carcinoma hepatocelular nesse grupo de pacientes; correlacionar características radiológicas com achados anatomopatológicos. Materiais e métodos - Estudo de prevalência retrospectivo. População: pacientes adultos, cirróticos, submetidos a transplante hepático de janeiro de 1990 a julho de 2003. Entre os 292 pacientes transplantados, foi diagnosticado 31 casos de carcinoma hepatocelular, dos quais 29 foram incluídos no estudo. As características tomográficas e ecográficas dos tumores diagnosticados pré-transplante foram comparadas com as observadas em exame anatomopatológico. Resultados - A prevalência da infecção pelo vírus da hepatite C nos pacientes com diagnóstico de carcinoma hepatocelular foi de 93,5% e a prevalência deste entre os pacientes transplantados foi de 10,6%. A sensibilidade dos métodos de imagem na detecção de casos de carcinoma hepatocelular foi de 70,3% para tomografia computadorizada e de 72% para ecografia. Conclusão - A prevalência de carcinoma hepatocelular na instituição onde foi desenvolvido o estudo, bem como a sensibilidade da ultra-sonografia e da tomografia computadorizada para detecção dessa neoplasia na avaliação pré-transplante foi semelhante à relatada na literatura. Em contrapartida, a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C, fator etiológico de hepatopatia mais freqüente nos pacientes desta série, é das maiores járelatadas. Os fatores que influenciaram as taxas de detecção de carcinoma hepatocelular foram: tempo decorrido entre realização do exame e transplante; realização de tomografia computadorizada com fase arterial; tamanho da lesão. A fase arterial provou ser a mais importante no diagnóstico de carcinoma hepatocelular neste estudo.
Abstract Background - Hepatocellular carcinoma is one of the most common malignant tumors worldwide. Imaging techniques, specially computed tomography and ultrasound, are among the most useful diagnostic tools, although the accuracy of these methods may have a significant variability. Aims - To determine the prevalence of hepatocellular carcinoma in cirrhotic patients undergoing orthotopic liver transplantation at “Santa Casa de Misericórdia” of Porto Alegre, RS, Brazil; to estimate the sensitivity of computed tomography and ultrasound in pretransplantation detection of hepatocellular carcinoma in this population; to correlate the radiological characteristics with anatomopathological findings. Materials and Methods - Retrospective prevalence study. Population: adult, cirrhotic patients undergoing orthotopic liver transplantation from January 1990 to July 2003. Among the 292 transplanted patients, 31 cases of hepatocellular carcinoma were diagnosed, of which 29 were included in the study. Tumor characteristics in both ultrasound and computed tomography were compared to those observed in anatomopathological examination. Results - Prevalence of hepatitis C virus infection among patients with diagnosis of hepatocellular carcinoma was 93.5%, and the prevalence of hepatocellular carcinoma among transplanted patients was 10.6%. The overall sensitivity of the imaging techniques was 70.3% for computed tomography and 72% for ultrasound. Conclusion - The prevalence of hepatocellular carcinoma at our institution, as well as the sensitivity of both ultrasound and computed tomography to detect such tumors at pretransplantation screening were similar to those found by other authors, while the prevalence of hepatitis C virus infection, the most common etiological agent for liver disease in our patients, is one of the highest ever reported in literature. Factors influencing hepatocellular carcinoma detection rates were: time from examination to liver transplantation; acquisition of computed tomography images during arterial phase; lesion size. Arterial phase proved to be the most useful part of computed tomography examination in this study.
Contido em Arquivos de gastroenterologia. São Paulo. Vol. 43, n.1 (jan./mar. 2006), p. 24-29
Assunto Carcinoma hepatocelular
Tomografia
Transplante hepático
Ultrasonografia
[en] Hepatocellular carcinoma
[en] Liver transplantation
[en] Tomography
[en] Ultrasonography
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/38931
Arquivos Descrição Formato
000640821.pdf (254.6Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.