Repositório Digital

A- A A+

Protection of estrogen in portal hypertension gastropathy : an experimental model

.

Protection of estrogen in portal hypertension gastropathy : an experimental model

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Protection of estrogen in portal hypertension gastropathy : an experimental model
Outro título Proteção do estrogênio na gastropatia da hipertensão portal : um modelo experimental
Autor Martins, Maria Isabel Morgan
Jacques, Simone Iahnig
Hartmann, Renata Minuzzo
Marques, Camila Aparecida Moraes
Marroni, Claudio Augusto
Marroni, Norma Anair Possa
Resumo Contexto - A hipertensão portal é uma complicação secundária à cirrose que tem como característica aumento do fluxo sanguíneo e/ou resistência vascular no sistema porta, causando o surgimento de uma circulação colateral hiperdinâmica. A ligadura parcial de veia porta é o modelo experimental utilizado em ratos para estudar os mecanismos fisiopatológicos envolvidos na hipertensão portal pré-hepática. O estrogênio E2 é uma molécula antioxidante com diferentes ações fisiológicas. Objetivos - Verificar a ação antioxidante do estrogênio endógeno em modelo experimental de ligadura parcial de veia porta comparando ratas intactas com ratas castradas. Métodos - Foram utilizadas 20 ratas Wistar, pesando em média 250 g, divididas em quatro grupos: “sham-operated” (SO); intactas com ligadura parcial da veia porta (I + LPVP); castradas (C) e castradas com ligadura parcial da veia porta (C + LPVP). No 1º dia: castração ou “sham-operated”; no 7º dia cirurgia de LPVP; no 15° dia após a LPVP, foi verificada a pressão portal na veia mesentérica das ratas, no polígrafo Letica. A lipoperoxidação no estômago foi avaliada através da técnica das substâncias reativas ao acido tiobarbitúrico e a atividade das enzimas antioxidantes superóxido dismutase, catalase e glutationa peroxidase. A análise estatística utilizada foi ANOVA - Student-Newmann-Keuls, (Média ± EP) e foi considerado significativo para P<0.05. Resultados - A pressão portal mostrou aumento significativo no grupo C + LPVP em relação aos demais, não houve diferença significativa no grupo das ratas intactas. O TBARS mostrou dano estatisticamente significativo no grupo C e C + LPVP em relação aos demais. Quanto às enzimas antioxidantes, as ratas castradas e com posterior ligadura parcial de veia porta tiveram aumento significativo em relação às demais. Conclusão – Sugere-se que o estrogênio E2, por apresentar radicais hidrofenólicos em sua molécula, desempenha um papel protetor nas ratas intactas em comparação com as castradas, agindo assim, como antioxidante, neste modelo experimental.
Abstract Context - Portal hypertension is a complication secondary to cirrhosis that is characterized by increased blood flow and/or vascular resistance in the portal system, causing the appearance of a hyperdynamic collateral circulation. Partial portal vein ligation is an experimental model used in rats to study the pathophysiological mechanisms involved in pre-hepatic portal hypertension. Estrogen E2 is an antioxidant molecule with various physiological actions. Objectives - To evaluate the antioxidant activity of endogenous estrogen in an experimental model of partial portal vein ligation by comparing intact with castrated rats. Methods - Twenty Wistar rats, weighing on average 250 g were used and divided into four groups: sham-operated (SO); intact (I) with partial portal vein ligation (I + PPVL), castrated (C) and castrated with partial ligation of the vein (C + PPVL). Day 1: castration or sham-operation; day 7, PPVL surgery; on day 15 post-PPVL, portal pressure in the mesenteric vein of rats was measured on polygraph Letica. Lipid peroxidation in the stomach was assessed using the technique of thiobarbituric acid reactive substances and activity of antioxidant enzymes superoxide dismutase, catalase and glutathione peroxidase. Statistical analysis was done with ANOVA - Student-Newman-Keuls (mean ± SE), and P<0.05 was considered as significant. Results - Portal pressure was significantly increased in C + PPVL as compared to the other groups. There was no significant difference in the group of intact rats. TBARS showed significant damage in C and C + PPVL in relation to others. Antioxidant enzymes were significantly increased in the castrated rats with subsequent PPVL as compared to the other groups. Conclusion - We suggest that estrogen E2 plays a protective role in intact compared with castrated rats because it presents hydrophenolic radicals in its molecule, thus acting as an antioxidant in this experimental model.
Contido em Arquivos de gastroenterologia = Archives of gastroenterology. São Paulo. Vol. 48, n.3 (jul./set. 2011), p. 211-216
Assunto Estrogênios
Gastropatias
Hipertensão portal
Modelos animais de doenças
[en] Estrogens
[en] Hypertension, portal
[en] Rats
[en] Stomach diseases
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/38948
Arquivos Descrição Formato
000794725.pdf (565.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.