Repositório Digital

A- A A+

Lupus eritematoso discoide

.

Lupus eritematoso discoide

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Lupus eritematoso discoide
Autor Rodrigues, Ana Maria da Silveira
Orientador Gerardi, Daniel
Co-orientador Ferreira, Rafael Rodrigues
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Dermatoses : Caes
Dermatoses : Gatos
Lupus eritematoso discóide
[en] Autoimmune
[en] DLE
[en] Skin diseases
Resumo Dermatopatias auto-imunes podem ser classificadas, de forma geral, como de baixa ocorrência em populações de cães e gatos. Dentre as que acometem essas espécies, as patologias do Complexo Lúpus Eritematoso possuem um dos maiores números de casos diagnosticados em todo o mundo. O Lúpus Eritematoso Discóide (LED), juntamente com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), representa uma de suas principais formas de apresentação. De etiopatogenia ainda não bem elucidada, propõe-se que ocorra em animais com predisposição genética, que quando expostos à radiação ultravioleta desenvolvam processo inflamatório cutâneo e consequentemente reação imunomediada localizada crônica. Entre as dermatoses auto-imunes a acometer cães, o LED é caracterizado como de ocorrência relativamente comum, porém no quadro geral de dermatopatias representa apenas 0,3% dos casos diagnosticados em cães, sendo ainda mais raro em gatos. Caracterizado como a forma benigna do LES, limita-se à pele, produzindo lesões principalmente no focinho, região distal dos membros, cavidade oral e genitais que iniciam-se com eritema e despigmentação podendo progredir à formação de crostas e ulcerações. O tratamento será vitalício, e na maioria da casos apenas a utilização de corticoterapia tópica é suficiente, associada ao controle da exposição do animal a radiação UV, bem como ao uso de bloqueadores solares, que se mostram como fatores de fundamental importância na terapia.
Abstract Autoimmune skin diseases may be classified, in general, as low frequency in dogs and cats populations. Among the diseases, the pathologies of Systemic Lupus Erythematosus Complex have one of the largest numbers of cases diagnosed worldwide. The Discoid Lupus Erythematosus (DLE) and Systemic Lupus Erythematosus (SLE) represents one of their main forms of presentation. The pathogenesis is still not clearly understood, it is proposed to occur in animals with genetic predisposition, that when exposed to ultraviolet radiation develop skin inflammation and thus localized chronic immune-mediated reaction. Among the autoimmune skin diseases that affect dogs, the LED is characterized as a relatively common occurrence, but in the overall skin diseases represents only 0.3% of cases diagnosed in dogs, and even rarer in cats. Characterized as a benign form of SLE, is limited to the skin, producing lesions mainly on the face, distal limbs, oral cavity and genitals that begin with erythema and depigmentation, it may progress to ulceration and crusting. The treatment will be lifelong, and in most cases only the use of topical steroids is sufficient, associated with the control of exposure of animal to UV radiation, and the use of sunscreen, which appear as key factors in therapy.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39033
Arquivos Descrição Formato
000792672.pdf (250.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.