Repositório Digital

A- A A+

Efeito da mola e da velocidade de execução de três exercícios do Pilates na força muscular resultante do quadril

.

Efeito da mola e da velocidade de execução de três exercícios do Pilates na força muscular resultante do quadril

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da mola e da velocidade de execução de três exercícios do Pilates na força muscular resultante do quadril
Outro título The effect of spring and of the performing velocity of three exercises of pilates in resultant muscle force of the hip
Autor Silva, Yumie Okuyama da
Orientador Loss, Jefferson Fagundes
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Biomecânica
Pilates
[en] Hip extension
[en] Inverse dynamic
[en] Performing velocity of exercise
[en] Pilates
[en] Resultant muscular force
[en] Spring
Resumo Contextualização: A compreensão das variáveis que modulam a sobrecarga externa oriunda dos exercícios de Pilates pode afetar as forças internas que agem na articulação do quadril e seu entendimento é de grande importância para os educadores físicos e fisioterapeutas que atuam nesse âmbito, que podem subsidiar a prescrição dos exercícios tanto para o treinamento físico quanto para a reabilitação. Objetivo: analisar o efeito da mola e da velocidade de execução de três exercícios de Pilates no comportamento e na magnitude da força muscular resultante (FMR) da articulação do quadril, obtida pela técnica de dinâmica inversa. Metodologia: 20 sujeitos praticantes de Pilates foram avaliados durante três exercícios de extensão de quadril com e sem mola: (1) leg lower mola alta (LLMA); (2) leg lower mola baixa (LLMB); (3) leg extension (LE). A partir da técnica da dinâmica inversa obtiveram-se os torques musculares e foram utilizando dados da literatura para quantificar a distância perpendicular média ponderada (DPMP) dos flexores e extensores de quadril e assim, estimar a FMR da articulação do quadril. A análise estatística utilizada foi uma ANOVA one-way para verificar o efeito principal dos exercícios sobre a FMR e uma correlação de Spearmann foi aplicada para descrever o comportamento da FMR ao longo de uma faixa de velocidade. Resultados: No exercício LE o esforço muscular passa de 200% do peso corporal, o LLMA atinge 50% e o LLMB, ao contrário dos demais exercícios, tem exigência da musculatura flexora nos últimos 10° da ADM. No LLMA, independente da velocidade a FMR foi a mesma. No LLMB, a FMR diminui com o aumento da velocidade. No LE, a FMR aumenta com o aumento da velocidade. Conclusão: Os diferentes exercícios de extensão de quadril apresentaram configurações distintas que interferiram na força muscular dos extensores de quadril. A velocidade de execução afeta de forma diferente cada um dos exercícios.
Abstract Background: Understanding of the behavior of external forces coming from the exercises can affect the internal forces that act in the hip joint and understanding is of great importance to the physical educators and clinical therapists that work in this field and can be helpful for prescribing exercises to physical training and rehabilitation. Objectives: To evaluate the effect of spring and the performing velocity of three exercises of Pilates in resultant muscle force (RMF) of the hip, with the support of inverse dynamics technique. Methods: Twenty Pilates practitioners, performed three hip extension exercises: (1) Leg Lower high spring (LLHS); (2) Leg Lower Low Spring (LLLS); (3) Leg extension (LE). From inverse dynamic technique the muscular moments were obtained and literature data was necessary to quantify the weighted mean moment arm (WMMA) of the hip flexors and extensors to estimate a RMF of the hip joint. The statistical analysis used was an ANOVA one way to verify the mean effect from the exercises on the RMF and Spearmann correlation was used to describe the RMF during different velocities. Results: In the exercise LE the muscular effort is greater than 200% of the body weight, in the LLHS was as high as 50% and the LLLS, contrary to the other exercises, have a flexors muscular effort in the last ten degrees of the range of motion. In the LLHS, independent of velocities the RMF is the same. In LLLS, the RMF decreases with the increase of velocity. In LE, the RMF increases with the increase of velocity. Conclusion: The different exercises of hip extension show singular configurations that alter in RMF of hip extensors. The performing velocity changes in different ways each exercises.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/39088
Arquivos Descrição Formato
000824584.pdf (2.833Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.