Repositório Digital

A- A A+

Passarela protendida pré-moldada: dimensionamento e detalhamento de uma ponte para pedestres e para suporte de tubulações de óleo

.

Passarela protendida pré-moldada: dimensionamento e detalhamento de uma ponte para pedestres e para suporte de tubulações de óleo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Passarela protendida pré-moldada: dimensionamento e detalhamento de uma ponte para pedestres e para suporte de tubulações de óleo
Autor Koller, Werner Cristiano Neis
Orientador Schwingel, Rubem Clecio
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O desenvolvimento desse trabalho de diplomação tem como produto um projeto estrutural para uma passarela, a qual terá o seu tabuleiro executado em concreto protendido pré-moldado, os pilares executados em concreto armado e blocos de fundação dimensionados a partir do projeto de estaqueamento, o qual será fornecido ao autor. A revisão bibliográfica teve como objetivo reunir informações para o desenvolvimento e para caracterização do projeto. Inicialmente, definiu-se métodos de obtenção da força de protensão, de tipos de perda, bem como métodos de cálculo dessas perdas. Em seguida, passou-se para uma descrição de estruturas de pontes e de passarelas, bem como definições de modelos cálculo e de dimensionamento para o conjunto de lajes e de vigas protendidas pré-moldadas da superestrutura. Posteriormente, para a mesoestrutura, foram definidas condições de apoio usuais de projeto de pilares com o resto da estrutura, definiu-se o apoio de neoprene fretado e as considerações relativas ao seu dimensionamento. Por fim, fez-se considerações de cálculo de blocos de fundação pelo modelo de bielas e tirantes e seções típicas utilizadas em fundações profundas, tanto para perfis metálicos, quanto para seções em concreto armado. Inicialmente, definiu-se as soluções de projeto, bem com características dos materiais utilizados e as dimensões básicas para o entendimento da estrutura. Posteriormente, adotou-se o modelo estrutural para a superestrutura e para a mesoestrutura (onde se estabeleceu a condição de apoio com os blocos de fundação). Em seguida, passou-se para a memória de cálculo da estrutura, na qual se definiu as cargas atuantes sobre o tabuleiro, para que, a seguir, pode-se analisar a estrutura, obtendo-se, assim, os esforços de momento fletor e de esforço cortante. A partir desses esforços de cálculo dimensionou-se a armadura de protensão e as armaduras passivas – bem como o dente de apoio em viga – para o vigamento principal do tabuleiro. Para a mesoestrutura, definiu-se os carregamentos atuantes sobre os pórticos de travamento horizontal, e , após, efetuou-se o dimensionamento dos seus elementos estruturais com base na envoltória de momentos fletores, esforço normal e esforços cortante. Além disso, dimensionou-se os aparelhos de apoio de neoprene. Por fim, a partir da análise dos pórticos da mesoestrutura, chegou-se aos valores para as cargas nas fundações, e foi possível dimensionar os elementos de ligação entre a mesoestrutura e as estacas Hélice Contínua, definidas para o projeto de fundações.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39190
Arquivos Descrição Formato
000825337.pdf (1.969Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.