Repositório Digital

A- A A+

Evacuação do prédio novo da escola de engenharia da UFRGS: análise crítica da situação atual em relação à situação ideal

.

Evacuação do prédio novo da escola de engenharia da UFRGS: análise crítica da situação atual em relação à situação ideal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Evacuação do prédio novo da escola de engenharia da UFRGS: análise crítica da situação atual em relação à situação ideal
Autor Amaral, Willians Leal do
Orientador Silva Filho, Luiz Carlos Pinto da
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho versa sobre a análise crítica das condições de evacuação do prédio novo da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, dando enfoque para a situação atual e a situação ideal. Esta análise é baseada no Código de Proteção Contra Incêndio de Porto Alegre, o mesmo que, classifica e define os parâmetros para o dimensionamento das saídas de emergência, iluminação, unidades extintoras, escadas, redes hidráulicas automáticas ou sob comando. Por não existir normativas nem legislação adequada na década de 1970, ocorreram grandes incêndios em dois edifícios em São Paulo, Andraus e Joelma, que resultaram em várias vítimas e mortes. As duas edificações não possuíam escadas de emergência e não tinham saídas adequadas para uma evacuação com sucesso, isso fez com que se perdessem muitas vidas. O prédio novo da Escola de Engenharia da UFRGS possui a mesma característica, não tem uma escada de emergência. Inaugurado em 1960, anteriormente a criação do Código de Proteção Contra Incêndio, portanto, não possui saídas adequadas para abandono do prédio em causa de sinistros. Por ser uma edificação com características construtivas antigas, não possui isolamento de riscos de incêndio, saídas adequadas para a população do prédio, alarmes de incêndio, a sinalização é ineficiente, os equipamentos de combate a incêndio estão danificados, os corredores em alguns pavimentos possuem objetos que obstruem as rotas de fuga. Isso faz com que a probabilidade de acontecer algum acidente, em caso de sinistro seja grande. Assim, neste trabalho é feita uma análise crítica das condições de evacuação do prédio novo da Escola de Engenharia, considerando a situação atual e a situação ideal para uma evacuação com segurança. Foram feitas verificações e dimensionamentos das saídas de emergência, calculando a população do prédio e classificando a edificação segundo o Código de Proteção Contra Incêndio de Porto Alegre. A análise das condições atuais de evacuação foi feita através de fotos, já a análise das condições ideais foram feitas em plantas baixas, dando enfoque para saídas de emergência, iluminação, sinalização e alarmes. Com este trabalho, foi visto que a legislação e as normas são de caráter prescritivo, ou seja, baseadas em fatos que ocorreram, não possui flexibilidade nas medidas de segurança contra incêndio, como por exemplo, a inclusão de materiais com novas tecnologias. Outro fator importante, que necessita atenção maior, é a fase do projeto arquitetônico na qual podem ser previstas e ajustadas várias situações que, futuramente, poderão dar problemas no sistema de proteção de incêndios e interferindo diretamente no processo de evacuação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39191
Arquivos Descrição Formato
000825340.pdf (2.898Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.