Repositório Digital

A- A A+

A condição das mulheres trabalhadoras por conta própria e a domicílio na sociedade contemporânea : trabalho, cidadania e cotidiano

.

A condição das mulheres trabalhadoras por conta própria e a domicílio na sociedade contemporânea : trabalho, cidadania e cotidiano

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A condição das mulheres trabalhadoras por conta própria e a domicílio na sociedade contemporânea : trabalho, cidadania e cotidiano
Autor Schneider, Élen Cristiane
Orientador Holzmann, Lorena
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Cidadania
Cotidiano
Estudos de gênero
Mulher trabalhadora
Sociologia do trabalho
Trabalho a domicílio
Trabalho autônomo
[en] Citizenship
[en] Daily life
[en] Gender
[en] Household labor
[en] Self-employment job
Resumo A presente dissertação analisa a condição das trabalhadoras por conta própria e a domicílio na sociedade contemporânea, questionando-se como as mulheres trabalhadoras percebem e acessam a cidadania e vivenciam seu cotidiano no cenário atual das transformações do trabalho e do emprego no Brasil. Tem-se em vista que a concretização da cidadania no Brasil esteve intimamente ligada com a criação dos direitos do trabalho. A amostra de pesquisa é composta por mulheres trabalhadoras no domicílio, por conta própria ou a domicílio subcontratadas, residentes da região do Vale do Sinos, cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul. Todas as trabalhadoras apresentaram alguma passagem pela indústria calçadista desta região e um histórico de migração de cidade. A pesquisa empírica é conduzida pela técnica de entrevistas em profundidade e observação do cotidiano das trabalhadoras. O quadro teórico se constitui a partir das categorias de análise: trabalho, cidadania, gênero e cotidiano. Para tanto, dimensões conceituais de cidadania, divisão sexual do trabalho, patriarcado, gênero, cotidiano, ciclo de vida, trabalho a domicílio e trabalho por conta própria são chave na presente análise. Demonstra-se como a relação das trabalhadoras com a casa é estreita e que em sua vida cotidiana não há espaço para participação comunitária e política. O ciclo de vida é decisivo na vida das mulheres e quando alguma mudança importante neste se dá, elas são chamadas a cumprir seus papéis sociais. Percebe-se na análise que a cidadania das mulheres trabalhadoras no domicílio, seja por conta própria ou a domicílio é fragilizada e por vezes seus direitos estão ausentes. Evidencia-se que há necessidade de construir-se outra cidadania, ampliada também às mulheres, e traz elementos para essa construção.
Abstract The present dissertation analyses the conditions of self-employed and household female workers in contemporary society, asking how female workers realize and access citizenship and how they live their daily life in the current scenario of work and employment changes in Brazil. It is noticed that the concretion of the citizenship in Brazil was intimately linked to the creation of the labor rights. The research sample is composed by female workers, selfemployed or household workers hired under registered contract, residents of the region of Vale do Sinos, city of São Leopoldo, Rio Grande do Sul. All workers presented a pass through in the shoe industry of this region and a history of city migration. The empirical research is conducted by the in-depth interview method and by observational study of the daily life of the workers. The theoretical framework is constituted since the following categories of analysis: work, citizenship, gender and daily life. To this end, conceptual dimensions of citizenship, sexual division of labor, patriarchate, gender, daily life, life cycle, household labor and self-employment job are the key in this present analysis. It demonstrates how the relationship of female workers with the household is close and how there is not any space of communitarian and political activities in their daily life. Life cycle is crucial in the life of women. When some important change happens in this life cycle, they are called to perform their social roles. It can be noticed in the analysis that the citizenship of the female workers, either self-employed or household workers, is fragile and sometimes their rights are absent. It is evident that there is a need of constructing another citizenship, extended also to women, and this research provides elements for this elaboration.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/39428
Arquivos Descrição Formato
000824144.pdf (672.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.