Repositório Digital

A- A A+

Insegurança alimentar nas cidades

.

Insegurança alimentar nas cidades

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Insegurança alimentar nas cidades
Autor Scartezini, Nelsi Teresinha
Orientador Schneider, Sergio
Co-orientador Nascimento, Amália Leonel
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Agroecologia
Populações urbanas
Segurança alimentar
[en] Agroecology
[en] Family farming
[en] Food security
[en] Urban phenomenon
[en] Urban populations
Resumo O fenômeno urbano (de intensa urbanização) é recente na história da humanidade. Acontece há pouco mais de um século. Atualmente são mais de 3,5 bilhões de pessoas que vivem em cidades e se encontram em situação de dependência para suprirem suas necessidades vitais. Diante da impossibilidade material de produzirem alimentos e da perda do patrimônio imaterial de como produzi-los, as populações urbanas são dependentes dos sistemas que dão manutenção à vida nas cidades. A segurança alimentar e nutricional dessas populações se apresenta vulnerável em muitos aspectos: contaminação dos alimentos por agrotóxicos, ocorrência de fraudes alimentares e dificuldade de acesso a uma alimentação saudável e equilibrada. Os sistemas político, econômico e financeiro global regidos pela lógica capitalista, aos quais estão atreladas as economias nacionais e os níveis de empregos, são mantidos em equilíbrio instável e imprevisível. O sistema de produção e abastecimento alimentar, também vulnerável às crises e aos mercados globais, tem sua base na agricultura monocultora, dependente dos insumos químicos, destruidora dos ecossistemas, e com previsões de insustentabilidade. Tal situação configura-se em risco para a segurança alimentar e nutricional das imensas populações urbanas; um risco "fabricado" (GIDDENS, 2007) pela nossa sociedade. Num movimento social contra-hegemônico, ONGs, Ecovilas, a Via Campesina e algumas Universidades estão buscando expandir um modelo de agricultura orientado pelos princípios da agroecologia, associando a luta em defesa do meio ambiente à inclusão social e à segurança alimentar.
Abstract The urban phenomenon (of intense urbanization) is recent in human history. It happens a little more than one century. Currently there are over 3.5 billion people living in cities and are in a situation of dependence to meet their vital needs. Given the physical impossibility of producing food and the loss of the intangible heritage of how to produce them, urban populations are dependent of the systems wich maintain life in the cities. The food and nutritional security of these population is vulnerable in many ways: food contamination by pesticides, food for fraud and difficulty of access to a healthy and balanced diet. The political, economic and financial global governed by the logic of capitalism, which are linked to national economies and employment levels are maintained in equilibrium unstable and unpredictable. The system of food production and supply, also vulnerable to crises and global markets, has its basis in monoculture farming, dependent on chemical inputs, destroying ecosystems, and with predictions of unsustainability. This situation sets up a risk to food security and nutrition of the immense urban populations, the risk was "fabricated" (GIDDENS, 2007) by our society. In a hegemonic social movement against NGOs, Ecovillages, Via Campesina and some universities are seeking to expand a model of agriculture guided by the principles of agroecology, linking the struggle in defense of the environment to social inclusion and food security.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39432
Arquivos Descrição Formato
000823827.pdf (678.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.