Repositório Digital

A- A A+

O gerenciamento de categorias de pertencimento no trabalho de avaliação pedagógica na fala-em-interação de sala de aula de EJA

.

O gerenciamento de categorias de pertencimento no trabalho de avaliação pedagógica na fala-em-interação de sala de aula de EJA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O gerenciamento de categorias de pertencimento no trabalho de avaliação pedagógica na fala-em-interação de sala de aula de EJA
Autor Kniphoff, Ana Maria
Orientador Garcez, Pedro de Moraes
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Avaliacao pedagogica
Educação de jovens e adultos
Interação aluno-sala de aula
Lingüística aplicada
[en] Categorization work
[en] Collective pedagogical assessment
[en] Institutional talk-in-interaction
Resumo Esta pesquisa investiga como os participantes da fala-em-interação de uma sala de aula de Educação de Jovens e Adultos (EJA) se orientam sequencialmente para o gerenciamento de categorias de pertencimento institucionais (professor, aluno) assim como para outras categorias emergentes na realização do trabalho de avaliação pedagógica coletiva. O exame sustenta-se na perspectiva dos estudos da Análise da Conversa e da Etnometodologia e busca analisar e articular o entendimento de como os participantes demonstram uns aos outros suas orientações no que tange aos dispositivos de categorização de pertencimento na produção e manutenção sequencial e local da realidade social do evento. Os dados consistem em 50 minutos de registros audiovisuais gerados no início do ano letivo de 2009 em uma turma do quinto ciclo de ensino da Educação de Jovens e Adultos de uma escola municipal de Porto Alegre, os quais foram segmentados, posteriormente transcritos e submetidos à análise sequencial. O tratamento procedimental interpretativo dado aos segmentos sob análise revela a orientação dos participantes na tentativa de restaurar a normalidade dos cursos de ação, de acordo com as suas expectativas, informadas pelo conhecimento de senso comum e demonstradas situadamente no que se refere aos direitos e obrigações moralmente aceitáveis ligados às categorias onirrelevantes no evento (professor e aluno). Diante do entendimento partilhado e situado de que avaliar consiste em atribuir uma nota e de que esta ação está ligada às obrigações da categoria de professor, os participantes resistem à implementação da ação de avaliar formalmente, destacando as obrigações dos participantes e desenvolvendo sequências de responsabilização. Por fim, este trabalho posiciona-se diante da divergência metodológica de Análise de Categorização de Pertencimento (MCA), apontando para o caráter sequencial, local, ordenado, emergente, intersubjetivo e dinâmico do trabalho de categorização, e propondo uma distinção entre projeção de um item categorial e trabalho de categorização. Além disso, aponta para o caráter potencialmente conflituoso e delicado da ação de avaliar sendo implementada por outros participantes que não o professor, mas ao mesmo tempo para a relevância da atividade de avaliação pedagógica coletiva, na medida em que, se tratando de uma atividade que abarca o gerenciamento de categorias relacionadas ao saber, ao conhecimento, e à experiência, se repete em outras esferas de atuação social e se reflete nas decisões práticas dos cidadãos na sociedade.
Abstract This research investigates how participants of an EJA classroom talk-and-interaction are sequentially oriented to the management of institutional membership categories (teacher, student) such as other emergent categories in the accomplishment of the collective pedagogical assessment work. Analysis is grounded on Conversation Analysis and Ethnomethodology studies and attempts to understand how participants orient to each other through membership categorization device sequentially and locally producing and maintaining the social reality of the event. The data consists of 50 minutes of audiovisual recorded interactions generated in early 2009 in a fifth period classroom of EJA in a public school in Porto Alegre, which were segmented, transcribed and sequentially analysed. The procedural and interpretative treatment of data displays the participants orientations in an attempt to restore the normal courses of actions according to their expectations, informed by the common sense knowledge and manifested here and now regarding the morally accountable rights and obligations bounded to the omnirelevant categories in the event (teacher and student). In face of the shared and situated understanding that assess consists in to ascribe a grade and that this action is bounded to the teacher category obligations, participants resist to implement this action, highlighting the participants obligations and developing accountability sequences. At last, this research stands with respect to the methodological divergence in MCA studies, pointing to the sequential, local, orderly, emergent, intersubjective and dynamic character of categorization work, and offering a distinction between the projection of a categorical item and the categorization work. Moreover, it points to the potentially conflictual and delicate character of the action of assess being implemented by other participants than the teacher, but at the same time to the relevance of the collective pedagogical assessment activity, as being an activity that includes the management of categories related to knowledge and to experience, it repeats in other social action spheres and reflects on the practical decisions of the citizens in society.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/39435
Arquivos Descrição Formato
000826257.pdf (2.524Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.