Repositório Digital

A- A A+

Poder/saber e corpo : os regimes e a construção microfísica da profissionalização da segurança pública

.

Poder/saber e corpo : os regimes e a construção microfísica da profissionalização da segurança pública

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Poder/saber e corpo : os regimes e a construção microfísica da profissionalização da segurança pública
Autor Jacondino, Eduardo Nunes
Orientador Santos, José Vicente Tavares dos
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Brasil
Formação
Paraguai
Polícia
Polícia militar
Profissionalização
Segurança pública
Sociologia da polícia
[en] Disciplinary regime
[en] Late modernity,
[en] Military police
[en] Police
[en] Police officers‟ education
Resumo As sociedades ocidentais têm vivenciado processos difusos pelos quais, por um lado, institucionalizam sistemas políticos democráticos, com a ampliação de uma gama de direitos individuais e sociais. Por outro lado, têm vivenciado o crescimento de processos de desestabilização referentes ao controle social, ancorados em fenômenos tais como o crescimento das formas de violência e de criminalidade. Esta ambivalência tem sido caracterizada pelo conceito de modernidade tardia. Neste quadro, o papel da polícia, instituição que emergiu ligada à expansão do poder do Estado, de manter a ordem, garantir a segurança das cidades e lutar contras as formas de delinquência, tem sido foco de críticas, notadamente no que se refere à questão do uso da força. O clássico modelo educativo dado aos policiais – notadamente aos policiais militares – passa a ser alvo frequente de análises que apregoam a necessidade da construção de um novo perfil profissional. Modelo que auxilie as instituições policiais a superarem os padrões militarizados, hierárquicos, ligados a uma postura combativa e focada no crime. Não obstante, a formação dos policiais tem transcorrido, de forma recorrente, dentro das corporações policiais, caracterizadas pela existência de padrões de conduta disciplinares que mantém uma conformação específica de educação, bem como consolida mecanismos formativos muito diferentes daqueles preconizados pelos críticos. Este emaranhado de elementos que perpassam os processos formativos de policiais militares (brasileiros e paraguaios) conforma um campo de saberes/poderes que delimitam os embates travados em torno da formação dos policiais.
Abstract The Western societies have experienced diffused processes by which, on the one hand, institutionalize democratic political systems, with the expansion of several individual and social rights. On the other hand, they have experienced the development of destabilization processes concerning the social control, based on phenomena such as the development of forms of violence and crime. This ambivalence has been characterized by the concept of late modernity. In this context, the police role, an institution that emerged related to the expansion of State power, is to keep the order, ensure safety of cities and fight against forms of delinquency, but this has been a focus of criticism, especially regarding the issue of the use of force. The classical model of education, given to the policemen, especially the military police, becomes a frequent target of analyses that proclaim the necessity to establish a new professional profile. A model that assists the police authorities to overcome the militarized, hierarchical patterns, which are associated to a combative attitude and focused on crime. Nevertheless, the training of police has passed on a recurring basis, inside the police companies, characterized by the existence of disciplinary standards of conduction that maintains a conformation-specific education, training and consolidating very different mechanisms from those recommended by the critics. This mixing of elements that run through the training processes for police officers (Brazilian and Paraguayan) forms a field of knowledge/power that surrounds the difficulties lived by the policemen concerning their training.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/39436
Arquivos Descrição Formato
000824301.pdf (15.09Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.