Repositório Digital

A- A A+

A importância do brincar e do jogo para o desenvolvimento da criança

.

A importância do brincar e do jogo para o desenvolvimento da criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A importância do brincar e do jogo para o desenvolvimento da criança
Autor Cardoso, Eliete Lemos
Orientador Brabo, Gabriela Maria Barbosa
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Brincadeira
Jogos pedagógicos
Resumo A brincadeira contribui para o processo de socialização das crianças, oferecendo-lhes oportunidades de realizar atividades coletivas livremente, além de ter efeitos positivos para o processo de aprendizagem e estimular o desenvolvimento de habilidades básicas e aquisição de novos conhecimentos. As brincadeiras aparentemente simples são fontes de estímulo ao desenvolvimento cognitivo, social e afetivo da criança, e também é uma forma de autoexpressão. Talvez nem todos os professores tenham percebido ainda o quanto é importante o brincar para o desenvolvimento físico e psíquico do seu aluno. A ideia difundida popularmente limita o ato de brincar a um simples passatempo, sem funções mais importantes do que entreter a criança em atividades divertidas. A partir de diversos referenciais teóricos, será possível observar uma série de conceitos importantes, visando ao bom desenvolvimento da aprendizagem da criança e ao papel dos educadores nesta função tão importante que é educar. O principal objetivo deste trabalho é compreender o papel da brincadeira no desenvolvimento infantil e como utilizar a brincadeira como ferramenta pedagógica. A pesquisa foi realizada a partir do estágio curricular do curso de Pedagogia a Distância, desenvolvido no período de abril a junho do presente ano, tendo como sujeitos alunos com necessidades educacionais especiais, de faixa etária entre quatro a seis anos, pertencentes à Escola Municipal de Educação Especial, em Gravataí – RS. A abordagem utilizada foi a pesquisa bibliográfica ou teórica, orientada no sentido de reconstruir teorias, quadros de referência, condições explicativas da realidade, polêmicas e discussões pertinentes. O referencial teórico fundamentou-se nos seguintes autores: Jean Piaget, que relacionou o jogo aos processos de assimilação e acomodação como forma de a criança transformar-se e, ao mesmo tempo, transformar a realidade a sua volta; Lev Vygotsky, que demonstrou a influência do jogo na zona de desenvolvimento proximal da criança e, consequentemente, para o seu desenvolvimento; e Henry Wallon, que associou o jogo e o brincar à afetividade e ao movimento em grupo. Além deles, buscou-se também as contribuições de seus respectivos estudiosos. Como instrumentos metodológicos foram utilizados, além da revisão de literatura, a análise de documentos do estágio e o diário de campo. A maioria dos pensadores e educadores que trabalham com este tema ressalta a importância da brincadeira no processo de aprendizagem e socialização. Infelizmente, tenho observado que a brincadeira não faz parte do projeto pedagógico de algumas escolas e da ação do professor. O jogo e a brincadeira são, por si só, uma situação de aprendizagem. As regras e a imaginação que são proporcionadas pelo jogo e a brincadeira favorecem na criança o surgimento de comportamentos para além dos habituais. Nos jogos e brincadeiras, a criança age como se fosse maior do que é na realidade, e isto, inegavelmente, contribui de forma intensa e especial para o seu desenvolvimento.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39541
Arquivos Descrição Formato
000823357.pdf (443.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.