Repositório Digital

A- A A+

Vidas em conexões (in)tensas na UFRGS: o Programa Conexões de Saberes como uma pedagogia do estar-junto na Universidade

.

Vidas em conexões (in)tensas na UFRGS: o Programa Conexões de Saberes como uma pedagogia do estar-junto na Universidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vidas em conexões (in)tensas na UFRGS: o Programa Conexões de Saberes como uma pedagogia do estar-junto na Universidade
Autor Arenhaldt, Rafael
Orientador Dorneles, Malvina do Amaral
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Ações afirmativas
Estudante
Extensão universitária
Universidade pública
[en] Affirmative action and the public university
[en] Higher education
[en] Knowledge connections program
[en] Students of working-class origin
[en] UFRGS
[en] University extension
Resumo A tese mostra as trajetórias e a presença (in)tensa de estudantes, docentes e gestores que entrecruzaram e en(tre)laçaram suas vidas no Programa Conexões de Saberes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, no período de 2005 a 2009. Invoca e provoca uma reflexão sobre as disposições éticas, estéticas e afetuais que se manifestaram nas ações e no estar-junto, nas narrativas e testemunhos das vidas daqueles que fizeram e configuraram o referido Programa. Põe em evidência as formas que teceram e sustentaram, (des)mobilizaram e (des)potencializaram, deram vigor e vitalismo à sua realização. Através da escuta dos testemunhos de vida de estudantes, de professores, de gestores, a pesquisa expõe a disposição do seu autor em ser e estar escutador da vida em suas múltiplas relações e em seus destinos entre-cruzados. Para tanto, utiliza-se de procedimentos metodológicos tais como memoriais, testemunhos de vida, entrevistas individuais e coletivas (grupo focal), compilação e análise de documentos, um diário de reflexões e outros registros. O estudo se configura e se ampara em um modo de fazer pesquisa que se permite surpreender com o dado mundano, com a trajetória que se mostra, com a vida que é; próprio de uma razão aberta e sensível, de uma Sociologia compreensiva, acariciante e do formismo de Michel Maffesoli, bem como da Forma e da Sociologia das formas sociais de Georg Simmel. As trajetórias de vida são entrelaçadas a partir dos traços e marcas familiares e escolares, das relações trabalho-estudo, do engajamento comunitário, da escolha do curso, do Concurso Vestibular, do ingresso no Ensino Superior, do viver na Universidade. A reflexão privilegia (1) os processos de identificação e as éticas manifestas nos testemunhos, nas narrativas e no estar-junto; (2) as (in)tensas relações vivenciadas pelos atores que produziram o Conexões ; (3) ambos caracterizados pelo conflito como uma forma de sociação (Simmel) e transfigurados pela potência do político, do educativo, do ético, do estético, do afetual.
Abstract The thesis shows the trajectories and the (in)tense reality of students, teachers and administrators who crisscrossed, enlaced and intertwined their lives in the Knowledge Connections Program of the Federal University of Rio Grande do Sul - UFRGS, in the period 2005 to 2009. It invokes and provokes a reflection on the ethical, aesthetic and affective provisions manifested in the actions and in the togetherness, the narrations and the testimonies of the lives of those who made and shaped this Program. It highlights the ways that have provided and maintained, (dis)potentialized and (un)worsened and given vigor and vitality to its realization. By listening to the testimonies of the life of students, teachers, administrators, this work exposes the disposition of its author to be listening in on life in its multiple relationships and its inter-laced destinations. To this end, it employs methodological procedures such as memorials, testimonies of life, individual and group interviews (focus group), compilation and analysis of documents, a diary of reflections and other records. The study is configured and focused on a way to do research that permits to be surprised by the mundane, with the trajectory that is shown, with life as it is; as pertains to an open and sensitive reason, to a sociology that is understanding and tender as shaped by Michel Maffesoli, and to Form and Sociology of social forms by Georg Simmel. The paths of life are intertwined beginning from the traces and marks of family and school, of the relations of work and study, community engagement, the choice of courses, the University entrance exam, the entry into higher education, living in the University. The discussion focuses on (1) identification processes and ethics evident in the testimonies, narrations and togetherness, (2) the (in)tense relations lived by the actors who produced the “Connections”, (3) both characterized by conflict as a form of sociation (Vergellschaftung) (Simmel) and transfigured by the power of politics, education, ethics, aestheticism, affectation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/39664
Arquivos Descrição Formato
000826369.pdf (2.412Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.