Repositório Digital

A- A A+

Industrialização do Brasil na década de 1930 : uma aplicação com teoria dos jogos

.

Industrialização do Brasil na década de 1930 : uma aplicação com teoria dos jogos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Industrialização do Brasil na década de 1930 : uma aplicação com teoria dos jogos
Autor Del Fiori, Diogo
Orientador Monteiro, Sergio Marley Modesto
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Brasil
Desenvolvimento econômico
Economia industrial
Economia institucional
Governo Getúlio Vargas : 1930-1945
Industrialização
Teoria dos jogos
[en] 1930 revolution
[en] First government Vargas
[en] Institutional environment
[en] New institutional economics
[en] Perfect nash equilibrium in subgames
Resumo O presente trabalho propõe-se analisar a industrialização do Brasil no contexto de mudanças econômicas e políticas no primeiro governo de Getúlio Vargas, de 1930 até 1945. Na literatura de economia brasileira com relação ao surgimento da indústria no Brasil, duas visões se contrapõem: de um lado, a industrialização como subproduto da intervenção do governo no setor cafeeiro; de outro, a industrialização intencionalmente promovida pelo governo. Com base em uma análise de equilíbrio em um jogo dinâmico de informação imperfeita, é evidenciada a racionalidade da criação de instituições para o desenvolvimento industrial na década de 1930. Este resultado de equilíbrio mostra as mudanças pela qual o Brasil passou a partir da década de 1930, com mudanças da estrutura tributária, educacional, financeira e relações de trabalho, ou seja, essa mudança institucional gerou campo fértil para o surgimento do processo de industrialização que caracterizou o primeiro governo Vargas e também mostra a intencionalidade desse governo, quando se observa a transformação do sistema tributário, de tal modo a ficar imune das oscilações econômicas externas e também as mudanças educacionais, que passou a incentivar o ensino primário, secundário e técnico profissionalizante, medidas essas feitas para atender o novo panorama econômico brasileiro. Outro ponto que corrobora o resultado do equilíbrio de Nash perfeito em subjogos é a perda da importância do setor cafeeiro no período que engloba o século XIX até o final do primeiro governo Vargas, onde as evidências mostram que os cafeicultores tinham, antes e durante a década de 1930, tendências a diversificarem investimentos por conta da perda da renda com o setor cafeicultor.
Abstract This study proposes to examine the industrialization of Brazil in the context of economic and political changes in the first government of Getulio Vargas, from 1930 until 1945. In the literature of the Brazilian economy with the coming of industry in Brazil, two visions are in opposition: on one hand, industrialization as a byproduct of government intervention in the coffee sector, on the other, deliberately promoted industrialization by the government. Based on an analysis of equilibrium in a dynamic game of imperfect information, rationality is evident from the creation of institutions for industrial development in the 1930s. The result shows the changes of equilibrium in which Brazil went from the 1930s, with changes in the tax structure, educational, financial and labor relations, that institutional change created fertile ground for the rise of industrialization that characterized the first Vargas government and also shows the intention of this government, when one observes the transformation of the tax system, so be immune to external economic fluctuations and also educational changes, which came to encourage the primary, secondary and technical vocational, measures designed to meet the new economic landscape of Brazil. Another point that confirms the outcome of the Nash equilibrium is perfect in subgame the loss of the importance of the coffee sector in the period that includes the nineteenth century until the end of the first Vargas government, where the evidence shows that farmers had, since the decade of 1930, to diversify investment trends due to the loss of income to the grower industry.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/40254
Arquivos Descrição Formato
000822630.pdf (1.068Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.