Repositório Digital

A- A A+

A diplomacia econômica brasileira no âmbito multilateral : do GATT à OMC

.

A diplomacia econômica brasileira no âmbito multilateral : do GATT à OMC

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A diplomacia econômica brasileira no âmbito multilateral : do GATT à OMC
Autor Vidal, Camila Feix
Orientador Haffner, Jacqueline Angélica Hernández
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Brasil
Comércio internacional
Diplomacia
Relações internacionais
[en] Brazilian economy
[en] GATT
[en] International trade
[en] Liberalism
[en] WTO
Resumo Este trabalho analisa a economia brasileira no âmbito do comércio multilateral, mais especificamente durante a era do Acordo Geral de Tarifas e Comércio (GATT), culminando com a adesão do Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC), cuja entrada em vigor deu-se em janeiro de 1995, como membro fundador. Utiliza-se, nesta perspectiva, o liberalismo econômico como marco teórico. Parte-se do pressuposto de que esta corrente teórica foi a responsável pela formulação da Organização, assim como do seu predecessor (GATT), em 1947. O trabalho usa o método histórico, decorrendo sobre a criação do GATT como o primeiro mecanismo institucional de comércio internacional, as políticas econômicas e as posições brasileiras adotadas durante a vigência do Acordo, e as pressões externas, internas e ideológicas que levaram a adesão do Brasil na OMC em fins de 1994.
Abstract This paper analyses the Brazilian economy in the multilateral trade scope, more specifically, during the General Agreement on Tariffs and Trade (GATT), culminating with the adherence in the World Trade Organization (WTO), which was established in January 1995, as a founding member. On this regard, the theoretical approach applied is the economic liberalism. It is believed that this theory was responsible for the Organization’s creation, as well as its predecessor (GATT), in 1947. This paper uses the historical method, studying GATT’s formulation as the first international trade institutionalized mechanism, Brazil’s economic politics and attitudes taken during the Agreement’s force, and the external, internal and ideological pressures that pushed Brazil’s adherence in the WTO in 1994.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/40270
Arquivos Descrição Formato
000826848.pdf (951.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.