Repositório Digital

A- A A+

A negociação coletiva no setor público brasileiro como instrumento de gestão de conflitos e seus resultados

.

A negociação coletiva no setor público brasileiro como instrumento de gestão de conflitos e seus resultados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A negociação coletiva no setor público brasileiro como instrumento de gestão de conflitos e seus resultados
Autor Rodrigues, Regiane Guedes
Orientador Lopes, Fernando Dias
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Negociação Coletiva a Distância.
Assunto Negociação coletiva
Serviço público
Resumo O presente trabalho objetiva estudar o fenômeno da Negociação Coletiva no setor público brasileiro como um instrumento na gestão de tratamentos de conflitos e a análise de seus resultados na Administração Pública Brasileira. Observa-se no cenário nacional, que o governo federal, desde 2003, vem implantando um processo de Negociação Coletiva no setor público, a exemplo de experiências brasileiras bem sucedidas, passando pela criação da Mesa Nacional de Negociação Permanente até a implantação do Sistema de Negociação Permanente. Nesse contexto, o propósito foi analisar se a Negociação Coletiva é um instrumento eficaz de gestão diante dos constantes conflitos observados no cenário nacional que na maioria das vezes ocasionam movimentos de greves pelos servidores públicos. A pesquisa objetiva de forma geral: Analisar a Negociação Coletiva como instrumento de gestão e mediação de conflitos e análise de seus resultados, se positivos ou não; bem como, possui como objetivos específicos: abordar a criação e atuação do processo de Negociação Coletiva no serviço público brasileiro, sobretudo no tratamento de conflitos; analisar os resultados oriundos na administração pública brasileira desde a criação da Mesa Nacional de Negociação Permanente relatando as experiências e seus resultados. O método utilizado é o qualitativo, e a coleta de dados adotou procedimentos multi-métodos, utilizando fontes primárias e fontes secundárias. Esta pesquisa utilizou-se dos dados secundários sobre a Mesa de Negociação Permanente, obtidos a partir de revisão bibliográfica. Já os dados primários foram coletados através de um questionário com questões abertas e fechadas, a partir de entrevistas com a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e com os representantes sindicais atuantes no estado do Amapá. Podemos afirmar ao final dessa jornada que os resultados da pesquisa, através de revisão bibliográfica sobre o tema, dos dados coletados por meio das entrevistas com representantes sindicais revelam que a Negociação Coletiva confere melhorias ao serviço público. O estudo realizado será de grande relevância para o serviço público brasileiro seus gestores e, sobretudo, para os servidores, uma vez que se propõe analisar os impactos do processo de Negociação Coletiva na gestão de conflitos e seus resultados na Administração Pública Brasileira; abordar o processo de Negociação Coletiva no serviço público brasileiro, sobretudo a partir de 2003, com a criação da Mesa Nacional de Negociação Permanente e relatar as experiências e seus resultados, do processo de Negociação Coletiva no setor público brasileiro, esclarecendo os interessados sobre o tema.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/40323
Arquivos Descrição Formato
000817593.pdf (734.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.