Repositório Digital

A- A A+

A negociação coletiva como condicionante à criação de espaços comunicativos na administração pública : análise do Serviço de Reabilitação Profissional (SRP) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) - gerência executiva de Goiânia/Goiás

.

A negociação coletiva como condicionante à criação de espaços comunicativos na administração pública : análise do Serviço de Reabilitação Profissional (SRP) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) - gerência executiva de Goiânia/Goiás

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A negociação coletiva como condicionante à criação de espaços comunicativos na administração pública : análise do Serviço de Reabilitação Profissional (SRP) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) - gerência executiva de Goiânia/Goiás
Autor Paiva, Elda Ferreira de
Orientador Pinheiro, Ivan Antonio
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Negociação Coletiva a Distância.
Assunto Comunicação organizacional
Negociação coletiva
Reabilitação profissional
Resumo A pesquisa analisou a importância da negociação coletiva na criação de espaços comunicativos no âmbito do Serviço de Reabilitação Profissional da Gerência Executiva do Instituto Nacional do Seguro Social em Goiânia./GO, constituindo-se em instrumento de gestão administrativa, capaz de aumentar a comunicação na Unidade, traduzindo em melhoria no atendimento ao cidadão, nas relações interpessoais e relações de trabalho. Autores como Wanderley (1998), Robbins (2000), Bordenave (2006) Watkins (2008) e Chiavenato (1993), tratam a comunicação como fator de grande relevância nas relações humanas, sendo primordial para proporcionar harmonia nas relações internas e externas das organizações, tanto privadas quanto públicas. A recente introdução da negociação coletiva no serviço público contribuiu para a percepção da importância que esta exerce na criação de espaços comunicativos no âmbito das organizações, possibilitando a disseminação de uma cultura de negociações que contribuirão para o aumento da comunicação em toda Administração Pública. Para subsidiar os dados da pesquisa foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com o gestor e servidores do órgão supracitado, envolvendo perguntas relacionadas à importância da comunicação interna e a disseminação da negociação coletiva. Ao analisar os dados coletados, observou-se que a maioria dos servidores considera que a comunicação verbal é predominante naquela Unidade, face às legislações e normas que regem toda a Administração Publica, enfatizando a clareza e objetividade como requisitos essenciais. Infere-se também a partir do presente estudo de caso que a negociação coletiva pode vir a constituir-se em uma interessante alternativa no gerenciamento de pessoa na Administração Pública, servindo como um instrumento gerencial capaz de dirimir divergências, aumentar e qualificar os processos de comunicação existentes.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/40350
Arquivos Descrição Formato
000794865.pdf (145.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.