Repositório Digital

A- A A+

Construção social de mercados o Shopping do Porto : Camelódromo de Porto Alegre

.

Construção social de mercados o Shopping do Porto : Camelódromo de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Construção social de mercados o Shopping do Porto : Camelódromo de Porto Alegre
Autor Freitas, Gabrielle Coelho
Orientador Garcia, Sandro Ruduit
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Comércio ambulante
Comércio informal
Redes sociais
Shopping do Porto Camelódromo, Edifício (Porto Alegre, RS)
Sociologia econômica
[en] Social and institutional networks
[en] Social construction of markets
[en] Strategies for market performance
Resumo O presente trabalho insere-se no debate sobre a informalidade, tomando-se como referência as contribuições da Nova Sociologia Econômica (NSE). O foco de estudo são as estratégias de atuação no mercado de comerciantes ambulantes, considerando-se sua inserção em redes institucionais e informais. O objeto empírico refere-se a ambulantes que foram recentemente transferidos para o novo centro popular de compras Shopping do Porto – Camelódromo, construído no Centro da Cidade de Porto Alegre e inaugurado no ano de 2009. Na rua, os mecanismos institucionais não alcançavam esses comerciantes, que mobilizavam redes informais e associativas visando à manutenção das condições existentes na rua. O Poder Público, através da construção do Camelódromo possibilitou aos comerciantes a inserção e interação com redes institucionais – SMIC, empresa gestora e o SEBRAE - aos quais cada ator, dotado de reflexividade, responderá conforme suas capacidades e recursos disponíveis. A partir da análise de 14 entrevistas semiestruturadas realizadas com os comerciantes localizados no Camelódromo e com representantes do Poder Público, juntamente com a análise de dados secundários, tais como reportagens na internet e documentos referentes à constituição do empreendimento, constatou-se que quanto mais as redes sociais e institucionais dos comerciantes forem diversificadas maior a probabilidade desses agentes formularem novas estratégias de atuação no mercado, tendendo a modificar as atuações no mercado de rua.
Abstract This report is part of the debate on the informality, taking as reference the contributions of the New Economic Sociology (NES). The focus of the study are the action strategies of street traders in the market, considering its inclusion in institutional and informal networks. The empirical object refers to vendors who were recently transferred to the new popular shopping center "Shopping do Porto - Camelódromo", built in Porto Alegre's downtown and opened in 2009. On the street, institutional mechanisms did not reach these merchants, who mobilized informal networks and associations aiming to keep the status quo in the street. The Government, because of the construction of "Camelódromo" allowed traders to enter and interact with institutional networks - SMIC, the management company and SEBRAE - to which each actor, endowed with reflexivity, respond according to their capacities and available resources. From the analysis of 14 semi-structured interviews conducted with traders located in "Camelódromo" and representatives of the Government, together with the analysis of secondary data, such as reports on the internet and documents relating to the establishment of the enterprise, it was found that the more social networks and institutional traders are diversified, more likely these agents formulate new strategies in the market, tending to modify the performances at the street market.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/40399
Arquivos Descrição Formato
000827258.pdf (1.006Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.