Repositório Digital

A- A A+

Atividade anti-trichomonas vaginalis de moléculas produzidas por basidiomicetos

.

Atividade anti-trichomonas vaginalis de moléculas produzidas por basidiomicetos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atividade anti-trichomonas vaginalis de moléculas produzidas por basidiomicetos
Autor Duarte, Mariana
Orientador Macedo, Alexandre José
Co-orientador Tasca, Tiana
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Atividade antiparasitária
Basidiomicetos
Cogumelos
Trichomonas vaginalis
[en] Amauroderma camerarium
[en] Antiparasitic compounds
[en] Bioactive mushroom
[en] Gymnopilus pampeanus
Resumo O protozoário flagelado, Trichomonas vaginalis, causa a tricomonose, a doença sexualmente transmissível (DST) não viral mais comum no mundo. Metronidazol e tinidazol são os dois fármacos de escolha recomendados pelo Food and Drug Administration (FDA, USA) para o tratamento da tricomonose humana. Entretanto, isolados de T. vaginalis clínicos ou laboratoriais resistentes e reações adversas comuns têm sido reportados. Sabe-se que fungos produzem moléculas bioativas podendo ser uma fonte em potencial de novas moléculas antiparasitárias, sendo assim, a busca por compostos naturais bioativos em basidiomicetos pode ser uma abordagem interessante para descoberta de fármacos alternativos. O objetivo desse estudo foi investigar a presença, purificar e identificar substâncias com atividade anti-Trichomonas no meio de cultivo de micélios de basidiomicetos. Para a obtenção dos compostos bioativos, os basidiomicetos Amauroderma camerarium, família Ganodermataceae, e Gymnopilus pampeanus, família Cortinariceae, foram cultivados em meio caldo extrato de malte (CEM) com variação da fonte de nitrogênio e tempo de cultivo. O extrato bruto com maior atividade anti-T. vaginalis para A. camerarium (CEM + KNO3 28 dias de cultivo) foi escolhido para ensaios de purificação e caracterização, que indicaram que o composto bioativo é de natureza protéica. Uma proteína sem alta identidade com outra proteína foi purificada e foi denominada amaurocina. Amaurocina apresenta atividade contra isolados clínicos de T. vaginalis – TV LACH1 e TV LACM2 – (CIM= 62,4 μg/mL), sendo um isolado resistente ao metronidazol (TV LACM2), e contra o isolado ATCC 30236 (CIM= 31,2 μg/mL). A Amaurocina também apresenta atividade próinflamatória por induzir aumento da liberação de óxido nítrico de neutrófilos, o qual é um importamente mecanismo de defesa do hospedeiro durante a infecção parasitária. Para G. pampeanus, os extratos mais ativos foram produzidos em meio CEM + KNO3 por 28 dias de cultivo e CEM + KNO3 por 21 dias de cultivo, porém a purificação desses extratos é necessária. Esses resultados estão em concordância com o alto potencial de produção de biocompostos dos basidiomicetos, o qual tem sido reportado na literatura por décadas.
Abstract The flagellated protozoan, Trichomonas vaginalis, causes trichomonosis, the most common non-viral sexual transmitted disease (STD) in the world. Metronidazole and tinidazole are two drugs of choice recommended by Food and Drug Administration (FDA, USA) for treatment of human trichomonosis. However, clinical or laboratory-generated drug-resistant isolates of T. vaginalis and common adverse reactions have been reported. It is known that fungi produce bioactive molecules and they can be a potential source of new antiparasitic molecules. Thus, in order to improve the current chemotherapy of T. vaginalis infection, the search for natural bioactive compounds in basidiomycetes can be an interesting approach to discover alternative drugs. The aim of this study was to investigate the presence, to purify and to identify substances in cultivation of basidiomycetes’ mycelia, which have anti-Trichomonas activity. Mycelia of basidiomycete Amauroderma camerarium, family Ganodermataceae, and Gymnopilus pampeanus, family Cortinariceae, were transferred to flasks containing malt extract broth (MEB) medium with variation of the nitrogen source and time of growth. The preparation with higher anti-T. vaginalis activity (MEB + KNO3 28 days of growth) for A. camerarium basidiomycete was chosen for purification and characterization assays, that indicated that the bioactive compound is a protein-like molecule. A protein without high homology with any other protein was found and was named amaurocine. Amaurocine presents activity against clinical isolates of T. vaginalis – TV LACH1 and TV LACM2 – (MIC=62.4 μg/mL), one of these a metronidazole-resistant isolate, and it presents activity against the T. vaginalis ATCC 30236 isolate (MIC=31.2 μg/mL). Amaurocine also presents proinflamatory activity. Since it was able to enhance nitric oxide release from neutrophils, which is an important host defense mechanism during the parasitic infection. For G. pampeanus, the most active extracts were produced in MEB + KNO3 28 days of growth and MEB + KNO3 21 days of growth, but further steps of purification are necessary. These results are in agreement with the high potential of biocompounds production of basidiomycetes that has been reported in the literature for decades.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/40410
Arquivos Descrição Formato
000825471.pdf (1.080Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.