Repositório Digital

A- A A+

Dialogismo e fonoaudiologia : a intersubjetividade na clínica

.

Dialogismo e fonoaudiologia : a intersubjetividade na clínica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dialogismo e fonoaudiologia : a intersubjetividade na clínica
Autor Cardoso, Jefferson Lopes
Orientador Flores, Valdir do Nascimento
Data 2002
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Linguagem e línguas
Resumo Esta pesquisa visa refletir e debater aspectos concernentes ao campo da fonoaudiologia. Entre esses aspectos destaca-se o processo de construção da área, que determinou o perfil profissional e o campo de atuação do fonoaudiólogo. O objetivo principal é a discussão de tópicos relacionados à clínica da linguagem na fonoaudiologia, sendo que as reflexões propostas são norteadas pela teoria do dialogismo estudada por Mikhail Mikhailovitch Bakhtin. Inicia-se abordando a história da fonoaudiologia no Brasil, com o propósito de identificar os reflexos dessa história na sua formação enquanto área do conhecimento e na sua prática clínica. Em seguida é apresentado um panorama dos principais pontos que caracterizam as teorias da enunciação, assim como é demonstrado o percurso teórico de Bakhtin. Nessa direção, são encaminhadas as considerações sobre a filosofia da linguagem proposta pelo autor, para mais adiante, através de critérios específicos, proceder-se a seleção do corpus a ser analisado. O referido corpus é formado por livros indicados na bibliografia existente nos programas de determinadas disciplinas, ministradas nos cursos de graduação de fonoaudiologia do Rio Grande do Sul. A partir da seleção do corpus são efetuadas as análises, cujo objetivo é confrontar o referencial teórico utilizado na terapia de linguagem da fonoaudiologia com a teoria do dialogismo. No capítulo final articula-se a matéria produzida ao longo do trabalho, discutindo a possibilidade de interlocução entre o dialogismo e a fonoaudiologia. Nessa seção, além de se discutir a concepção dialógica bakhtiniana e relacioná-la ao conteúdo encontrado no corpus da pesquisa, reflete-se sobre outros temas, como o trabalho clínico com a linguagem, a função terapêutica e as relações entre o “teórico” e o “clínico”. 13
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/4093
Arquivos Descrição Formato
000347431.pdf (1.386Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.