Repositório Digital

A- A A+

Os sentidos do trabalho para os dentistas filiados à UNIODONTO

.

Os sentidos do trabalho para os dentistas filiados à UNIODONTO

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os sentidos do trabalho para os dentistas filiados à UNIODONTO
Autor Rocha-de-Oliveira, Sidinei
Orientador Piccinini, Valmiria Carolina
Data 2004
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Condições de trabalho : Trabalhador
Estudo de caso
Sentido do trabalho
Trabalho
Resumo Neste estudo buscou-se analisar a organização do trabalho numa cooperativa de dentistas (UNIODONTO), apresentar o conceito de trabalho e os sentidos que lhe foram atribuídos pelos sujeitos da pesquisa, bem como levantar os motivos pelos quais os profissionais entrevistados optaram por esta profissão. Para isto, foi realizado um estudo de caso na Cooperativa, sendo entrevistados 23 sujeitos: 13 cooperados, cinco profissionais em cargos de coordenação e cinco funcionários administrativos. Entre os resultados, destaca-se a alta centralidade do trabalho na vida dos entrevistados que, apesar de terem autonomia para administrarem lazer e atividades profissionais, fazem destas últimas sua prioridade. Apresentaram concepções positivas do trabalho que está ligado ao retorno, tanto financeiro quanto pessoal, e aos tratamentos bem-sucedidos com seus pacientes. Como um trabalho que apresenta sentido é destacado tanto a forma de realização deste, quanto o retorno material. Além disso, deve permitir o crescimento profissional, a valorização, o reconhecimento e, conseqüentemente, a auto-realização do indivíduo por meio das tarefas que executa. Já um trabalho sem sentido é aquele que não traz o retorno esperado, seja financeiro, seja em termos do resultado de seus procedimentos quando estes não correspondem à expectativa dos pacientes. O trabalho cooperativo, aqui centralizado na UNIODONTO, é apontado como uma alternativa mais justa para a profissão, pois possibilita aos odontólogos concorrer como um organização autogerida. Na Cooperativa, as características do trabalho da categoria são preservadas e respeitadas por serem os sócios “gerenciados” por colegas que compartilham dos mesmos objetivos e conhecem a realidade da profissão. A forma de organização do trabalho odontológico é mantida, contribuindo para que executem um trabalho realizador, que os satisfaz, que dá retorno e, conseqüentemente, tem sentido.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/4305
Arquivos Descrição Formato
000455072.pdf (372.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.