Repositório Digital

A- A A+

Efeito dos ruídos gerados por atividade humana em ratas wistar: avaliação da natimortalidade e desenvolvimento ponderal dos neonatos

.

Efeito dos ruídos gerados por atividade humana em ratas wistar: avaliação da natimortalidade e desenvolvimento ponderal dos neonatos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito dos ruídos gerados por atividade humana em ratas wistar: avaliação da natimortalidade e desenvolvimento ponderal dos neonatos
Autor Ávila, Vanessa Perlin Ferraro de
Orientador Carissimi, Andre Silva
Co-orientador Laranja, Rafael Antonio Comparsi
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Estresse
Natimortos
neonatos
Ratos Wistar
Ruídos
[en] Human activity
[en] Noise
[en] Stillborn
[en] Wistar rats
Resumo Animais de laboratório estão sujeitos a uma variedade de ruídos diários que podem afetar seu bem estar, havendo estudos que apontam o trabalho humano nas salas de animais como uma importante fonte de ruídos com intensidades e frequências variáveis capazes de causar alterações comportamentais e fisiológicas nesses animais. Este trabalho teve como objetivo analisar os possíveis efeitos dos ruídos gerados durante a atividade humana na gestação de ratas wistar e no crescimento ponderal dos neonatos. Quarenta e quatro ratas wistar de 120 dias de idade, alojadas em sistema de gaiola aberta, oriundas do CREAL/UFRGS, foram acasaladas e submetidas à rotina de trabalho normal (grupo controle) ou expostas a ruídos em duas sessões de 20 minutos/dia com intervalo de 15 segundos entre cada ruído (grupo tratado) durante toda a gestação e na primeira semana de vida dos filhotes. Os ruídos foram previamente selecionados com base no trabalho humano realizado nas salas de animais e registrados por meio do microfone de um medidor de nível de pressão sonora com resposta de frequência 20 Hz-20kHz. As frequências foram avaliadas utilizando-se um software editor de áudio (Audacity® 1.3). Os partos de ambos os grupos (tratado e controle) foram acompanhados e durante os mesmos anotou-se o número de filhotes vivos e natimortos. Para avaliação do peso ponderal dos neonatos pesaram-se os três filhotes maiores de cada ninhada das fêmeas uma vez ao dia entre 14:00 e 16:00 hs. Utilizou-se o teste- T para análise do número de natimortos no qual demonstrou diferença significativa (p= 0,021) entre os grupos. O teste de variância Anova para medidas repetidas e o Tukey-Kramer foram utilizados para comparar o peso médio dos três filhotes maiores, o qual foi observado diferença significativa do peso médio dos três filhotes maiores nos dias 4 (p= 0,0026),5 (p<0,001),6 (p=0,0005) e 7 (p< 0,0001). Este estudo demonstra que ruídos gerados por atividade humana podem gerar filhotes natimortos e interferir no comportamento materno diminuindo o peso do filhote a partir do quarto dia na primeira semana de vida.
Abstract Laboratory animals are subjected to a variety of daily noises which can affect their well-being. There are studies that suggest the human work in animal rooms is an important source of noise with varying frequencies and intensities which may cause physiological and behavioral changes in the animals. This work had as its main objective the analysis of the possible effects that the noise generated by professionals while doing their activities may have on pregnancy of Wistar rats, evaluating the natimortality and the weight development of newborns. Fourty-for 120 days old Wistar rats from CREAL/UFRGS accommodated in an open cage system have been paired and have undergone a normal work routine (control group) or have been exposed to noise in two sessions of 20 minutes/day with interval of 15 seconds between each noise (treated group) throughout their pregnancy and in the first week of their offspring’s life. The noises were previously selected on the basis of the human work carried out in animal rooms and recorded through the use of a microphone sound pressure level meter frequency response of 20 Hz-20kHz. The frequencies were evaluated using an audio editor software (Audacity® 1.3). The delivery in both groups (treated and control) were accompanied and during them it was taken note the number of living and stillborn offspring. To evaluate the weight of newborns, the three biggest ones of each litter rats were weighed up once a day between 2:00 and 4:00 p.m. It was used the T-test for examining the number of stillborns which showed a significant difference (p = 0.021) between the groups. The Anova variance test for repeated measures and the Tukey- Kramer test were used to compare the average weight of the three biggest offspring. It was observed significant difference of average weight in the three biggest ones on day 4 (p = 0.0026), 5 (p < 0.001), 6 (p = 0.0005) and 7 (p < 0.0001). This study shows that noise generated by human activity may cause stillborn offspring and interfere with maternal behavior by decreasing the weight of the new born from the fourth day the first week of life.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/48965
Arquivos Descrição Formato
000829631.pdf (2.450Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.