Repositório Digital

A- A A+

Farmacocinética do Meropenem infundido por 3 horas em pacientes criticamente enfermos em terapia renal substitutiva contínua

.

Farmacocinética do Meropenem infundido por 3 horas em pacientes criticamente enfermos em terapia renal substitutiva contínua

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Farmacocinética do Meropenem infundido por 3 horas em pacientes criticamente enfermos em terapia renal substitutiva contínua
Autor Leusin, Fabiane
Orientador Thomé, Fernando Saldanha
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Carbapenêmicos
Diálise renal
Farmacocinética
Insuficiência renal aguda
Terapia intensiva
[en] Acute kidney injury
[en] Continuous renal replacement therapy
[en] Hemodyalisis
[en] Meropenem
[en] Pharmacokinetics
Resumo A terapia renal substitutiva contínua (TRSC) é amplamente utilizada em pacientes criticamente enfermos com insuficiência renal aguda (IRA). O meropenem é um carbapenêmico usado em pacientes críticos que tem uma atividade antibacteriana dependente do tempo. O objetivo do estudo foi avaliar a farmacocinética do meropenem infundido em três horas em pacientes submetidos à TRSC. Estudamos as concentrações plasmáticas e de efluente em cinco pacientes submetidos à TRSC. As amostras foram coletadas em momentos 0, 30 min, e 1, 2, 4, 6 e 8 horas após o início de uma infusão de 3 horas. As determinações de meropenem foram feitas por cromatografia líquida de alta eficiência. Quatro pacientes do sexo masculino e um feminino, idade de 53,0 ± 19,7 (23 a 80 anos), 62,1 ± 10,6 kg, foram estudados. Parâmetros farmacocinéticos apresentados em mediana (amplitude): concentrações plasmáticas, 34.86mg / L (10,08-139,27); tempo de meia vida (t ½), 1,8 h (1,4-3,0); volume de distribuição (Vd), 8,29 L (5,8-15,3); depuração total (Dept ) 3,98 L / h (2,51-4,35); concentração máxima (Cmax) 48,5 mg/L (37,0-105,8); concentração mínima (Cmin) 20,1 mg / L (14,0-16,6); constante de eliminação (Kel), 0,38 (0,34-0,43); área sob a curva de concentração versus tempo (AUC 0 a 8 h), 251,1 mg / Lh (229,7-398,4); (AUC de 0a∞), 275,1 mg /Lh (263,8-453,6).A depuração total pela TRSC variou de 8,46 a 18,33 ml/min. No efluente as concentrações máximas foram 24,35 e 74,81 mg /L. A eliminação de meropenem por TRSC é semelhante ao que é relatado pelo rim normal, quando é infundido por 3 horas a cada 8 h. Os níveis plasmáticos foram sempre acima do MIC necessário. Podemos concluir que não houve necessidade de ajuste de dose do meropenem com a dose de TRSC prescrita.
Abstract Continuous renal replacement therapy (CRRT) is widely used in critically ill patients with acute kidney injury (AKI). Meropenem is a carbapenem used in critically ill patients, which has a time dependent antibacterial activity. The aim of the study was to assess the pharmacokinetics of meropenem on a 3-hour infusion in patients undergoing CRRT due to AKI. We studied the plasmatic and effluent concentrations in five patients undergoing CRRT. The samples were collected at moments 0, 30 minutes, and 1, 2, 4, 6 and 8 hours after the beginning of the 3-hour infusion. The meropenem determinations were made through high performace efficiency liquid chromatography (HPLC). Four male patients and one female patient, with a mean age of 53,0 ± 19,7 (23 to 80 years), weighing 62,1 ± 10,6 kgs were studied. Pharmacokinetic parameters presented in medians (range): plasmatic concentrations, 34.86mg / L (10,08-139,27); half-life (t ½), 1,8 h (1,4-3,0); volume of distribution (Vd), 8,29 L (5,8-15,3); total clearance (CLT) 3,98 L / h (2,51-4,35); (Cmax) (maximum plasma concentration), 48,5 mg / L (37,0-105,8); Cmin (minimum plasma concentration)20,1 mg / L (14,0-16,6); elimination constant (Kel), 0,38 (0,34-0,43); area under the concentration versus time curve (AUC 0 a 8 h), 251,1 mg / Lh (229,7-398,4); (AUC 0 a ∞) 275,1 mg / Lh (263,8-453,6). In the effluent, the maximum concentrations varied from 24,35 to 74,81 mg/L, and the clearance from the therapy varied from 8,46 to 18,33 ml/min. The elimination of meropenem through CRRT is similar to that of a normal kidney, given a 3-hour infusion every 8 hours. Plasmatic levels were always above the necessary MICs. We can conclude there was no need for dose adjustment of meropenem with the prescribed CRRT dose.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/48990
Arquivos Descrição Formato
000829267.pdf (661.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.