Repositório Digital

A- A A+

Adaptação do instrumento Caregiver Burden Inventory para uso com cuidadores de pessoas idosas no Brasil

.

Adaptação do instrumento Caregiver Burden Inventory para uso com cuidadores de pessoas idosas no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação do instrumento Caregiver Burden Inventory para uso com cuidadores de pessoas idosas no Brasil
Autor Valer, Daiany Borghetti
Orientador Paskulin, Lisiane Manganelli Girardi
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Cuidadores : Idoso
Saúde do idoso
[en] Aged
[en] Caregivers
[en] Nursing
[en] Validation studies
[es] Anciano
[es] Cuidadores
[es] Enfermería
[es] Estudios de validación
Resumo Esta dissertação de mestrado versa sobre o processo de adaptação transcultural de um instrumento que avalia a sobrecarga de cuidadores de pessoas idosas. Está integrada a um projeto maior sobre responsabilidade filial no cuidado aos pais idosos. Este trabalho teve como objetivo adaptar o instrumento Caregiver Burden Inventory para uso com cuidadores familiares principais de pessoas idosas no Brasil. Foi realizado um estudo metodológico que compreendeu as etapas de tradução inicial, síntese das traduções, retro tradução, comitê de especialistas, pré-teste e submissão dos documentos aos autores. O comitê foi composto por cinco profissionais, médicos e enfermeiros, com experiência em atenção básica e saúde do idoso, sendo que três apresentavam experiência em adaptação de instrumentos e dois domínio da língua inglesa. O pré-teste foi realizado com oito cuidadores familiares principais de idosos com dependência para realizar uma ou mais Atividades da Vida Diária, vinculados ao Programa de Atendimento Domiciliar da Unidade Básica de Saúde Santa Cecília do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Estes eram na maioria mulheres (n=7), com uma média de 48 anos de idade e 11,5 anos de estudo. A análise dos dados se deu por meio da descrição do processo de adaptação do instrumento e da comparação com outros estudos. A primeira etapa do processo de adaptação resultou em duas traduções independentes do instrumento para a língua portuguesa falada no Brasil (T1 e T2). Na etapa seguinte, as discrepâncias existentes entre as traduções foram evidenciadas e discutidas pelas tradutoras e a pesquisadora, sendo elaborada consensualmente uma versão síntese das traduções (T3). Esta, por sua vez, foi submetida à retro tradução por dois profissionais, de forma cega em relação às traduções, resultando em duas versões retrovertidas para a língua inglesa (RT1 e RT2). O comitê de especialistas analisou as equivalências semântica, idiomática, experimental e conceitual entre as versões obtidas (T1, T2, T3, RT1 e RT2) e o instrumento original e, mediante consenso, compôs uma versão pré-final em português que foi submetida ao pré-teste. Foram verificadas dúvidas dos cuidadores em relação a três itens do instrumento, discutidos posteriormente com o comitê de especialistas que, mediante consenso, compôs uma versão final em português. A mesma foi retro traduzida para a língua inglesa e enviada ao autor da escala original, que aprovou a versão. Com a adaptação transcultural foi possível compor uma versão final do instrumento que preservou as equivalências quando comparado à versão original. Ainda que seja necessário testar as propriedades psicométricas, o processo mostrou que o instrumento possui itens e domínios relevantes para a análise da sobrecarga do cuidador no contexto local.
Abstract This Master’s degree thesis is about the process of adaptation of an instrument that evaluates the burden of elderly caregivers. It is integrated into a larger project about filial responsibility in caring for elderly parents. This study aimed to adapt the instrument Caregiver Burden Inventory for use with primary family caregivers of elderly people in Brazil. It was a methodological study that approached the stages of initial translation, synthesis of the translations, back translation, expert committee, pretest and submission of documents to the authors. The committee was composed of five professionals, including doctors and nurses, with experience in primary care and health of the elderly, and three had experience in adaptation of instruments and two had English language skills. The pretest was conducted with eight primary family caregivers of elderly with dependence to perform one or more Activities of Daily Living, linked to the Home Care Program of Santa Cecilia Basic Health Unit of the Hospital de Clinicas de Porto Alegre. Those were mostly women (n = 7), with a mean of 48 years of age and 11.5 years of study. Data analysis was done through the description of the process of adaptation of the instrument and the comparison with other studies. The first stage of the adaptation process resulted in two independent translations of the instrument into Portuguese spoken in Brazil (T1 and T2). In the next step, the discrepancies between the translations were highlighted and discussed by the translators and the researcher, being developed by consensus a synthesis version of the translations (T3). This, in turn, was submitted to back translation by two professionals, blinded to the translations, resulting in two versions back translated into English (RT1 and RT2). The expert committee examined the semantic, idiomatic, experimental and conceptual equivalences between the versions translated (T1, T2, T3, RT1 and RT2) and the original instrument and, by consensus, wrote a prefinal version in Portuguese that was submitted to pretest. Questions of caregivers were observed in three items of the instrument, after discussed with the expert committee who, by consensus, wrote a final version in Portuguese. The same was back translated into English and sent to the author of the original scale, which approved the version. With the cross-cultural adaptation was possible to compose a final version of the instrument that preserved the equivalence when compared to the original version. Even if it is necessary to test the psychometric properties, the process showed that the instrument has important items and areas for the analysis of caregiver burden in the local context.
Resumen Esta tesina de maestría trata sobre el proceso de adaptación transcultural de un instrumento que evalúa la sobrecarga de cuidadores de ancianos. Está integrada a un proyecto más grande sobre responsabilidad de los hijos en el cuidado a los padres ancianos. Este trabajo tiene como objetivo adaptar el instrumento Caregiver Burden Inventory para utilización con cuidadores familiares principales de ancianos en Brasil. Se realizo un estudio metodológico que comprendió las etapas de traducción inicial, síntesis de las traducciones, retrotraducción, comité de especialistas, pretest y sometimiento de los documentos a los autores. Compusieron el comité cinco profesionales entre médicos y enfermeros, con experiencia en atención básica y salud del anciano, siendo que tres presentaban experiencia en adaptación de instrumentos y dos tenían dominio de la lengua inglesa. Se realizó el pretest con ocho cuidadores familiares principales de ancianos con dependencia para realizar una o más Atividades da Vida Diária, vinculadas al Programa de Atendimento Domiciliar de la Unidade Básica de Saúde Santa Cecília del Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Estos eran mayormente mujeres (n = 7), con un promedio de 48 años de edad y 11,5 años de estudio. Se hizo el análisis de los datos a través de la descripción del proceso de adaptación del instrumento y de la comparación con otros estudios. La primera etapa del proceso de adaptación resultó en dos traducciones independientes del instrumento para la lengua portuguesa hablada en Brasil (T1 y T2). En la etapa siguiente, las desigualdades existentes entre las traducciones fueron evidenciadas y discutidas por las traductoras y la investigadora, siendo elaborada consensualmente una versión síntesis de las traducciones (T3). Esta, por su vez, fue sometida a la retrotraducción por dos profesionales, de forma ciega en relación a las traducciones, resultando en dos versiones retrovertidas a la lengua inglesa (RT1 y RT2). El comité de especialistas analizó las equivalencias semántica, idiomática, experimental y conceptual entre las versiones obtenidas (T1, T2, T3, RT1 y RT2) y el instrumento original y, frente al consenso, compuso una versión prefinal en portugués a la que se sometió al pretest. Se verificaron dudas de los cuidadores en relación a tres elementos del instrumento, discutidos posteriormente con el comité de especialistas que, frente al consenso, compuso una versión final en portugués. Se retrotradujo la misma a la lengua inglesa y se la envió al autor de la escala original, que aprobó la versión. Con la adaptación transcultural fue posible comprobar una versión final del instrumento que preservó las equivalencias cuando comparado a la versión original. Aunque sea necesario testar las propiedades psicométricas, el proceso mostró que el instrumento posee elementos y dominios relevantes para el análisis de la sobrecarga del cuidador en el contexto local.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49105
Arquivos Descrição Formato
000829754.pdf (2.937Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.