Repositório Digital

A- A A+

Filogeografia de Pseudocorynopoma doriae Perugia, 1891 (Teleostei: Characidae)

.

Filogeografia de Pseudocorynopoma doriae Perugia, 1891 (Teleostei: Characidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Filogeografia de Pseudocorynopoma doriae Perugia, 1891 (Teleostei: Characidae)
Autor Oliveira, Eduardo Bitencourt de
Orientador Malabarba, Luiz Roberto
Co-orientador Thomaz, Andréa Tonolli
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Ambiental: Bacharelado.
Assunto Pseudocorynopoma doriae
Resumo Pseudocorynopoma doriae Perugiae, 1891 (Teleostei: Characidae) é uma espécie neotropical de peixe conhecido popularmente como “lambari-bandeira”. Este estudo pretende elucidar a história biogeográfica dessa espécie, que distribui-se pelas bacias do rio Uruguai, rio Negro, laguna dos Patos e rio Tramandaí. Um total de 52 espécimes foi amostrado para análise molecular, mais um indivíduo de Diapoma terofali (Géry, 1964), que atuou como grupo externo. Para este trabalho, foi utilizado o gene mitocondrial COX1 (Citocromo C Oxidase I), que foi submetido à amplificação através da técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction). As amostras contendo DNA foram posteriormente seqüenciadas e postas em uma rede de haplótipos. Concomitante à investigação molecular foi feita a análise morfológica de indivíduos de P. doriae. Esta análise baseou-se na contagem de raios e escamas e na tomada de medida do corpo e da cabeça. Machos foram analisados quanto ao padrão de manchas, número de dentes e de cúspides, forma da glândula caudal e forma e número de ganchos na nadadeira anal. Identifica-se, na rede de haplótipos, dois grupos separados, um correspondente à bacia do rio Uruguai incluindo a sub-bacia do rio Negro e o outro que inclui as bacias costeiras da laguna dos Patos e rio Tramandaí. Essa separação é corroborada pelo padrão de manchas, sendo distinguível a pigmentação da nadadeira peitoral em exemplares machos provenientes da bacia do rio Uruguai e Negro, ausente em indivíduos da bacia do rio Tramandaí e laguna dos Patos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49210
Arquivos Descrição Formato
000829752.pdf (1.387Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.