Repositório Digital

A- A A+

Vamos para o pátio? : aprendendo Ciências Naturais através de oficinas lúdicas

.

Vamos para o pátio? : aprendendo Ciências Naturais através de oficinas lúdicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vamos para o pátio? : aprendendo Ciências Naturais através de oficinas lúdicas
Autor Prichula, Janira
Orientador Junqueira, Heloisa
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Licenciatura.
Assunto Atividades lúdicas
Ensino fundamental
Resumo O desejo pelo aprender, nos estudantes, pode ser incitado através de atividades lúdicas. Essas dinâmicas podem influenciar positivamente, tanto no processo interativo e relacional do professor e dos alunos, quanto no processo de aprendizagem de conteúdos no cotidiano escolar. Assim, o presente estudo teve como objetivo investigar a contribuição de atividades lúdicas no processo de aquisição de saberes das Ciências Naturais por alunos do Ensino Fundamental participantes do Projeto Amora, na modalidade Oficina – Vamos para o Pátio? – desenvolvida no Colégio de Aplicação (CAp) da UFRGS. No âmbito metodológico, esta é uma pesquisa de abordagem qualitativa, inserida no campo da etnografia aplicada à educação. O método aplicado na busca e coleta de dados foi a denominada observação participante. Foram observadas dez Oficinas de Ciências. Os sujeitos observados foram doze alunos de 10 a 13 anos de idade. Durante as atividades, as informações coletadas foram sendo registradas no diário de campo. Através de leituras sucessivas dos dados, já organizados em relatos escritos, foram selecionados fragmentos textuais que foram categorizados conforme os indicadores – possibilidades, prazer funcional, desafio e surpresa, dimensão simbólica e expressão construtiva – propostos por Macedo et al. (2005), a fim de melhor compreender e interpretar o fenômeno estudado. Avaliar e quantificar a aprendizagem de conteúdos das Ciências Naturais apresentada pelos alunos participantes das oficinas é um exercício de análise, no mínimo, complexo, não tangível, mas alguns aspectos significativos foram visíveis aos olhos da pesquisadora. Pode-se perceber que as oficinas do CAp dispunham de estrutura física, materiais e tempo para que as atividades desenvolvidas fossem bem planejadas e organizadas. Além disso, apresentavam uma atmosfera lúdica que favorecia às aprendizagens dos conteúdos de Ciências. Contudo, em alguns momentos, ainda houve a predominância do método de ensino sobrecarregado com palavras, definições, conceitos e métodos científicos, observando-se certo apagamento ou inviabilização da dimensão lúdica, gerando certas resistências em alguns estudantes. As atividades desenvolvidas nas oficinas também despertaram várias emoções geradas nas interações sensoriais com os ambientes e cenários das oficinas, tais como: entusiasmo, contentamento, alegria e prazer. Sendo assim, essas dinâmicas podem ser consideradas um caminho teórico-metodológico de significativa relevância ao ensino-aprendizagem em Ciências Naturais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49235
Arquivos Descrição Formato
000835616.pdf (210.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.