Repositório Digital

A- A A+

Estudo de associação entre o polimorfismo do gene de reparo por excisão de base XRCC1 Arg194Trp e câncer de próstata em um grupo de pacientes do Brasil

.

Estudo de associação entre o polimorfismo do gene de reparo por excisão de base XRCC1 Arg194Trp e câncer de próstata em um grupo de pacientes do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de associação entre o polimorfismo do gene de reparo por excisão de base XRCC1 Arg194Trp e câncer de próstata em um grupo de pacientes do Brasil
Autor Leite, Gabriel Calil Vaz Barreto
Orientador Kvitko, Katia
Co-orientador Rohr, Paula
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Neoplasias da próstata
Polimorfismo genético
[en] Base excision repair
[en] BER
[en] Prostate cacer
[en] XRCC1 Arg194Trp
Resumo Em todo o mundo, mais de 12,7 milhões de pessoas são diagnosticadas todo ano com câncer e cerca de 7,6 milhões morrem vítimas da doença. A próstata é a parte do corpo humano com maior incidência de câncer; em 2008 no Brasil foram registradas 11.955 mortes por câncer de próstata. O gene XRCC1 gera um arcabouço enzimático responsável por alocar diversas enzimas da rota de reparo por excisão de base (BER), estando relacionado à proteção contra dano celular e desenvolvimento de câncer. Alguns estudos mostram relação positiva entre a presença de certos polimorfismos no gene e aparecimento de câncer, enquanto outros revelam relação negativa, mesmo considerando-se o mesmo polimorfismo. Desse modo, essas pesquisas são, quando tomadas em conjunto, inconclusivas no sentido de estabelecer uma relação entre esses polimorfismos e suscetibilidade a cânceres de modo geral. Sendo assim, a meta deste trabalho é ampliar esse conhecimento. As amostras analisadas foram obtidas a partir de um grupo de 141 pacientes, sendo 60 com hiperplasia de próstata (controle) e 81 com câncer de próstata. O estudo não encontrou associação entre o polimorfismo e o desenvolvimento de câncer de próstata, no entanto esse dado deve ser levado em consideração com extrema cautela, já que o número de pacientes analisados foi pequeno. O trabalho ainda está em desenvolvimento, sendo que a amostra está sendo ampliada e outros genes serão analisados.
Abstract Worldwide, more than 12.7 million people are diagnosed with cancer every year and about 7.6 million die because of the disease. The prostate is the part of the human body with the highest incidence of cancer; in 2008 in Brazil were recorded 11,955 deaths from prostate cancer. XRCC1 generates an enzimatic scaffold responsible for allocate many enzymes of the base excision repair (BER) pathway, being related to the protection against cellular damage and cancer development. Some studies show positive relation between the presence of polymorphisms in the gene and cancer, while others reveal a negative relation, even considering the same polymorphism. Thus, these studies are, when taken together, inconclusive in establishing a relationship between these polymorphisms and cancers in general. Therefore, the goal of this work is to extend this knowledge, contributing to the development of more conclusive data. The samples were obtained from a group of 141 patients, 60 with prostate hyperplasia (control) and 81 with prostate cancer. The study found no association between the polymorphism and the development of prostate cancer, although this finding should be considered with extreme caution, since the number of patients studied was small. The work is still in development, the sample is being expanded and other genes will be analyzed.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49251
Arquivos Descrição Formato
000835226.pdf (319.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.