Repositório Digital

A- A A+

A concentração urbana : explicações do processo

.

A concentração urbana : explicações do processo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A concentração urbana : explicações do processo
Autor Meneghetti Neto, Alfredo
Orientador Sanson, Joao Rogerio
Data 1989
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Concentração urbana
Economia
Migracao : Regioes metropolitanas
Migração interna
Urbanizacao : Custos
Resumo O fenômeno da migração às reqaoes metropolitanas vem se tornando cada vez mais alarmante. Praticamente 24 milhões de brasileiros migraram nos últimos anos, sendo que quase a metade do crescimento populacional nas regiões metropolitanas é devido a migração. Existem várias explicações em termos de causa ao fenômeno da migração, tais como a atração que a cidade exerce sobre as pessoas, as maiores possibilidades de emprego e a expulsão do homem do campo. Pode-se também distinguir diversas correntes como por exemplo a Teoria Marxista, a Marxista-Sociológica, a Sociológica e a Neoclássica. Contrariamente ao que se tem investigado até então no Brasil através de alguns estudos, busca-se explicações da migração não somente com base em variáveis econõmicas relacionadas com emprego e renda mas principalmente através de variáveis ligadas às políticas públicas. A hipótese básica do estudo argumenta que a despesa pública social pode estar atraindo a atenção de desempregados e indivíduos carentes de assistência médica. Testa-se através de dois modelos econométricos (simultâneo e recursivo) se a despesa pública social realizada ao longo da década de 70 apresentou algum efeito sobre a migração ocorrida no Rio Grande do Sul. Os resultados obtidos dão evidências de que os migrantes possivelmente se dirigirão a lugares onde tanto os indicadores econômicos e sociais, como principalmente as políticas públicas, em termos de gastos sociais são substancialmente maiores. E todas essas variáveis são influenciadas pela presença de migrantes nas regiões de destino.
Abstract Migration to rnetropolitan areas has become a matter of increasing public policy concern in recent years in Brazil. Nearly 24 millions of migrants have moved in the last years,and half of metropolitan areas growth is due to migration. There are several reasons to migrate,like the attraction to a city, job and earnings opportunities and the expulsion of rural population. There are also several heories: Marxist, sociological-Marxist, sociological and neoclassical one. This study not only looks to economic variables related to income and employment opportunities, but mainly to public policy variables. The basic hypothesis is that cities with higher social benefits are likely to attract those segments of the population interested in receiving such benefits. In this study, regression analysis is used, through two econometric models (a simultaneous and a recursive orie ) to identify some of the key factors affecting migration in Rio Grande do Sul into cities during the 1970-1980 period. The results support the hypothesis that migrants will possibly move into areas offering higher socioeconomic benefits and mainly welfare benefits. The results also suggest that these variables are also affected by migrants at their destination areas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49330
Arquivos Descrição Formato
000008820.pdf (74.67Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.