Repositório Digital

A- A A+

Memória de trabalho em crianças e adolescentes com tdah e dificuldade ou transtorno na matemática

.

Memória de trabalho em crianças e adolescentes com tdah e dificuldade ou transtorno na matemática

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Memória de trabalho em crianças e adolescentes com tdah e dificuldade ou transtorno na matemática
Autor Rückert, Sarah Louise Sonntag
Orientador Dorneles, Beatriz Vargas
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Dificuldades de aprendizagem
Ensino
Hiperatividade
Matemática
Memória
Transtorno de déficit de atenção
[en] ADHD
[en] Mathematical disability
[en] Mathematical learning difficulties
[en] Working memory
Resumo Nessa dissertação foi adotado o modelo de explicação do Transtorno de Déficit de AtençãoHiperatividade (TDAH) que prioriza o déficit da memória de trabalho como o seu núcleo. Os teóricos deste modelo apresentam evidências de que a desatenção e a hiperatividade de crianças e adolescentes com TDAH estejam relacionadas a (e até produzidas por) um déficit na memória de trabalho. As crianças e os adolescentes com TDAH também apresentam baixo desempenho matemático, associado ao desempenho na memória de trabalho. O objetivo deste estudo é entender o papel desempenhado pela memória de trabalho (executivo central, alça fonológica e esboço visuoespacial) em crianças e adolescentes com TDAH em relação à dificuldade e ao transtorno de matemática. O banco de dados utilizado faz parte da pesquisa intitulada “Scholar high risk cohort study for the development of psychopathology and resilience – Prevention Study” do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Psiquiatria do Desenvolvimento para Infância e Adolescência (INPD). Foram avaliados três componentes da memória de trabalho, através de quatro tarefas: span de dígitos na ordem direta – alça fonológica; span de dígitos na ordem inversa – executivo central mediado pela alça fonológica; Corsi Blocks na ordem direta – esboço visuoespacial; Corsi Blocks na ordem inversa – executivo central mediado pelo esboço visuoespacial. Os sujeitos com TDAH (n=205) foram avaliados para DM ou TM através do Teste de Desempenho Escolar de Stein (1994). Devido à pouca quantidade de sujeitos identificados com TM (n=7), foi necessário agrupá-los aos sujeitos com DM (n=23; n total=30). Foi realizada Análise de Regressão Logística Binária para verificar se os componentes da memória de trabalho poderiam explicar o diagnóstico de DM ou TM. Como a alça fonológica não teve poder explicativo nesta análise, compreende-se que o poder explicativo da tarefa span de dígitos na ordem inversa tenha sido significativo por exigir capacidade do executivo central, e não por causa da mediação da alça fonológica. O esboço visuoespacial não teve poder explicativo em relação ao diagnóstico de DM e TM no modelo multivariável. Os resultados desse estudo vão ao encontro de pesquisas que apontam o baixo desempenho em tarefas que avaliam o componente executivo central da memória de trabalho de crianças e adolescentes com TDAH. Este estudo também se alinha com as pesquisas que apontam a necessidade do executivo central para a execução de tarefas aritméticas; lembrando que cálculos aritméticos são a base do teste utilizado para diagnosticar a DM e o TM. Acredita-se que a perspectiva apresentada é promissora para a compreensão das relações entre o TDAH e a DM e o TM. A memória de trabalho pode estar desempenhando um papel mais importante do que os próprios sintomas de desatenção e hiperatividade/impulsividade na dinâmica do TDAH. Com isso não se pretende negar a influência que a desatenção e a hiperatividade exercem sobre a aprendizagem, mas sim vinculá-las e explicá-las pelos déficits na memória de trabalho apresentados por crianças e adolescentes com TDAH.
Abstract This dissertation adopts an Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) model of explanation in which the working memory deficit is the disorder’s core. Proponents of this model provide evidence that inattention and hyperactivity in ADHD children and adolescents are related to (and even produced by) a working memory deficit. ADHD children and adolescents also have low mathematical performance which is associated to the working memory performance. This study’s goal is to understand the role played by working memory (central executive, phonological loop and visuospatial sketchpad) in ADHD children and adolescents regarding mathematical learning difficulty (MLD) and mathematical disability (MD). The used database is part of a research entitled "Scholar high risk cohort study for the development of psychopathology and resilience – Prevention Study" from the Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Psiquiatria do Desenvolvimento para Infância e Adolescência (INPD). Three components of working memory were evaluated through four tasks: forward digit span - phonological loop; backward digit span - central executive mediated by the phonological loop; forward Corsi Blocks - visuospatial sketchpad; backward Corsi Blocks - central executive mediated by the visuospatial sketchpad. The subjects with ADHD were assessed (n=205) for MLD and MD through the School Achievement Test (Stein, 1994). Due to the limited number of MD subjects identified (n=7), it was necessary to regroup them with the MLD subjects (n=23; total number=30). Binary Logistic Regression Analysis was performed to verify if the working memory components could explain the MLD or MD diagnosis. As phonological loop had no explanatory power in this analysis, it was understood that the backward digit span task explanatory power was significant because required the central executive ability, but not because it was mediated by the phonological loop. diagnosis in the multivariate model. The results of this study are compatible with studies that show poor performance on working memory central executive tasks in ADHD children and adolescents. This study also aligns with recent researches which point to the need of central executive to perform arithmetic tasks, noting that arithmetic computations are the test basis used to diagnose MLD and MD. The presented argument is promising for understanding the relationship between ADHD and MLD / MD. Working memory may play a more important role in the dynamics of ADHD than the actual symptoms of inattention and hyperactivity/impulsivity. This study does not deny the inattention and hyperactivity influence on learning, but seeks to bind them with and explain them through the working memory deficits presented by ADHD children and adolescents.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49338
Arquivos Descrição Formato
000836324.pdf (431.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.