Repositório Digital

A- A A+

Os gêneros Nicotiana L., Bouchetia Dunal e Nierembergia Ruiz & Pav.(Solanaceae) no Rio Grande do Sul, Brasil

.

Os gêneros Nicotiana L., Bouchetia Dunal e Nierembergia Ruiz & Pav.(Solanaceae) no Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os gêneros Nicotiana L., Bouchetia Dunal e Nierembergia Ruiz & Pav.(Solanaceae) no Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Silva, Marcia Vignoli
Orientador Mentz, Lilian Auler
Data 2004
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Taxonomia vegetal : Solanaceae : Teses : Brasil Rio Grande do Sul
Resumo Os gêneros Nicotiana L., Bouchetia Dunal e Nierembergia Ruiz & Pav. da tribo Nicotianeae G.Don (Solanaceae), presentes no estado do Rio Grande do Sul, apresentam diversas características em comum, como o hábito predominantemente herbáceo, fruto seco, capsular, com numerosas sementes. Estes gêneros distinguem-se basicamente por Nicotiana apresentar prefloração geralmente contorcido-conduplicada ou conduplicada, corola infundibuliforme, tubular ou hipocrateriforme, anteras dorsifixas e um disco nectarífero presente, enquanto que Bouchetia e Nierembergia apresentam prefloração imbricadoconduplicada ou imbricada e anteras ventrifixas. Em Bouchetia a corola é campanulado-infundibuliforme e um disco nectarífero está presente, enquanto que em Nierembergia a corola é hipocrateriforme e o disco nectarífero está ausente. O gênero Nicotiana, da subtribo Nicotianineae, está representado no Estado por seis espécies nativas: N. alata Link & Otto, N. bonariensis Lehm., N. forgetiana Hemsl., N. langsdorffii Weinm., N. longiflora Cav. e N. mutabilis Stehmann & Semir. Duas outras espécies, provavelmente originárias da Argentina, são também encontradas no Estado: N. glauca Graham, que ocorre de forma ruderal ou cultivada e N. tabacum L., também cultivada, de importância econômica por ser fonte de matéria prima para a indústria do fumo. A única espécie do gênero Bouchetia, presente no Estado, é Bouchetia anomala (Miers) Britton & Rusby, endêmica da região sul do Brasil, Uruguai, Paraguai e nordeste da Argentina. Pertence à subtribo Nierembergiinae Hunz., junto com Nierembergia, com quem apresenta maior afinidade. Nierembergia está representado no Rio Grande do Sul por cinco espécies nativas: N. linariifolia Graham, N. micrantha Cabrera, N. pinifolia Miers, N. riograndensis Hunz. & A.A.Cocucci e N. scoparia Sendtn. Chaves analíticas para identificação dos gêneros da tribo Nicotianeae G.Don e para os da subtribo Nierembergiinae, assim como para as espécies de Nicotiana, Bouchetia e Nierembergia, são apresentadas. Descrições para os três gêneros e suas espécies, ilustrações, mapas de distribuição geográfica no Estado, considerações quanto ao hábitat, observações sobre a fenologia, variabilidade morfológica e outros comentários também são referidos.
Abstract The genera Nicotiana L., Bouchetia Dunal and Nierembergia Ruiz & Pav. of the tribe Nicotianeae G.Don (Solanaceae), found in the state of Rio Grande do Sul, share some characteristics, such as the habit predominantly herbaceous and dried and capsular fruits, with numerous seeds. These genera are known basically by Nicotiana to apresent aestivation usually contorted-conduplicate or conduplicate, corolla infundibuliform, tubular ou hipocrateriform, anthers dorsifixed and a nectary is present, while that Bouchetia and Nierembergia to apresent aestivation imbricate-conduplicate or imbricate and anthers ventrifixed. In Bouchetia the corolla is campanulate-infundibuliform and a nectary is present, while that in Nierembergia the corolla is hipocrateriform and the nectary is absent.The genus Nicotiana, of the Nicotianineae subtribe, is represented in the State by six native species: N. alata Link & Otto, N. bonariensis Lehm., N. forgetiana Hemsl., N. langsdorffii Weinm., N. longiflora Cav. and N. mutabilis Stehmann & Semir. Two other species, probably originary from Argentina, are also found: N. glauca Graham, which occurs in the cultivated form or growing naturally and N. tabacum L., also cultivated because of its economical importance as raw material for the tobacco industry. The only species of the genus Bouchetia, present in the State, is Bouchetia anomala (Miers) Britton & Rusby, endemic of the southern region of Brazil, Uruguay, Paraguay and northeastern Argentina. It belongs to the subtribe Nierembergiinae Hunz., and together with Nierembergia, with which it shares great affinity. Nierembergia is represented in the state of Rio Grande do Sul by five native species: N. linariifolia Graham, N. micrantha Cabrera, N. pinifolia Miers, N. riograndensis Hunz. & A.A.Cocucci and N. scoparia Sendtn. Analytical keys for the identification of the genera of the tribe Nicotianeae and for the ones of subtribe Nierembergiinae, as well as for Nicotiana, Bouchetia and Nierembergia species, are presented. Descriptions for the three genera and its species, illustrations, maps of geographic distribution in the State, considerations regarding habitat, observations concerning phenology, morphological variability and other comments are also mentioned.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/4939
Arquivos Descrição Formato
000417521.pdf (5.342Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.