Repositório Digital

A- A A+

As representações sociais sobre a velhice e os reflexos nos processos de gestão de pessoas de uma instituição de longa permanência de Porto Alegre

.

As representações sociais sobre a velhice e os reflexos nos processos de gestão de pessoas de uma instituição de longa permanência de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As representações sociais sobre a velhice e os reflexos nos processos de gestão de pessoas de uma instituição de longa permanência de Porto Alegre
Autor Locatelli, Patrícia Augusta Pospichil Chaves
Orientador Cavedon, Neusa Rolita
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Gestão de pessoas
Representações sociais
Velhice
[en] Human resources management processes
[en] Long term care institutions for elders
[en] Old age
[en] Social representations
Resumo Nas últimas décadas, o envelhecimento da população brasileira tem demandado atenção, principalmente, no que tange ao cuidado para com o público idoso. Apesar de a legislação brasileira estabelecer que o principal responsável pelo cuidado ao idoso é a família, a dinamicidade do contexto social e a atual fluidez dos relacionamentos familiares tem reconfigurado essa prerrogativa. Neste contexto, com a finalidade de suprir essa demanda oferecendo ao público longevo serviços de assistência social e à saúde, principalmente, em casos em que o idoso não possui família ou esta não apresenta condições para assumir a responsabilidade pelo seu cuidado, surgem as denominadas Instituições de Longa Permanência para Idosos – ILPIs, objeto deste estudo. Partindo-se do entendimento de que a forma como os funcionários de uma ILPI são geridos e a prestação de serviços conduzida está diretamente relacionada às representações sociais de gestores, funcionários e dos próprios idosos sobre a velhice, este estudo objetivou identificar e analisar como as representações sociais sobre a velhice na ótica dos usuários e daqueles que trabalham em uma instituição de longa permanência para idosos se refletem nos processos de movimentação e desenvolvimento de pessoas dessa instituição. Para isso, esta pesquisa, de abordagem qualitativa e natureza exploratório-descritiva, adotou como estratégia o estudo de caso e como técnicas de coleta de dados: observação simples e participante, realizadas de setembro de 2011 a fevereiro de 2012; entrevistas semiestruturadas com 18 indivíduos, sendo quatro gerentes, nove funcionários e cinco idosos; classificação de fotos; pesquisa documental. Os resultados deste estudo apontaram para a heterogeneidade das representações sociais de gestores, funcionários e usuários da instituição pesquisada a respeito da velhice, que perpassaram não apenas o contexto de institucionalização, mas também os dois modelos predominantes de velhice, um com foco nas perdas e outro com foco nos ganhos. A análise dessas representações sociais permitiu ainda o desvelamento de questões pertinentes à dinâmica organizacional como as relacionadas a gênero, relações de poder, mecanismos de controle da velhice e mecanismos de resistência. Quanto aos processos de movimentação e desenvolvimento de pessoas, identificouse que as representações sociais a respeito da velhice influenciam na condução das ações relacionadas aos processos de captação, internalização e desenvolvimento de pessoas, se desdobrando na filosofia de atendimento da ILPI pesquisada e no comportamento de seus gestores e funcionários.
Abstract In recent decades, the aging of the Brazilian population has been attracting more and more attention, mainly in what regards elderly care. Despite Brazilian legislation provisioning that it its mainly the family's role to take care of their elderly, the dynamics of the social context and the present fluidity of family relations has reshaped this claim. Therefore, the Long Term Care Institutions for Elders – LCIF, the focus of this study, appear in order to meet this demand, by offering social welfare and health services to this long-living public – mainly when the elder has no family or they do not offer the conditions to take on the responsibility for such care. Assuming that the way LCIF employees are managed and the services they provide are directly connected with the social representation perceived by managers, employees and the very elders in regards to old age, this study aimed at identifying and analyzing how such social representations, as perceived by the users of and those who work at these institutions, impact on their movement and development processes. In order to accomplish that, this qualitative and exploratory-descriptive research employed the strategy of case study; for acquiring data, it employed the following procedures: simple and engaged observations, taken place over the period of September, 2011, through February, 2012; semi-structured interviews with 18 individuals (four managers, nine employees, and five elders); classification of photographs; and document research. Results revealed a heterogeneity in the social representations perceived by managers, employees and users of the institution studied in regards to old age. These perceptions involved not only the institutionalization context, but ranged between two predominant models, one focusing on loss, and the other on gain. The analysis of these social representations also allowed for the unveiling of issues regarding the organizational dynamics, such as those related to gender, power relations, mechanisms of old age control, and resistance mechanisms. Concerning the processes of movement and development of people, there could be identified that the social representations on old age influence the decisions related to the processes of reception, internalization and development of people, unfolding into the philosophy of service at the LCIF studied here, as well as in its managers' and employees' behavior.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49412
Arquivos Descrição Formato
000837010.pdf (5.205Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.