Repositório Digital

A- A A+

Um mapa da vida cultural no Rio Grande do Sul : análise do caderno Cultura, de Zero Hora

.

Um mapa da vida cultural no Rio Grande do Sul : análise do caderno Cultura, de Zero Hora

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um mapa da vida cultural no Rio Grande do Sul : análise do caderno Cultura, de Zero Hora
Autor Keller, Sara
Orientador Golin, Cida
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Análise de conteúdo
Jornalismo cultural
Zero Hora (Jornal). Caderno Cultura
[en] Cultural journalism
[en] Cultural supplement
[en] Cultura supplement
[en] Culture
Resumo Esta dissertação busca compreender a representação da vida cultural local proposta pelo suplemento semanal Cultura, de Zero Hora, considerando que o jornalismo tem o poder de instituir valores, reforçar consensos e registrar tendências de uma época, e que o suplemento é um espaço que foge da lógica diária, concentrando supostamente o que de mais relevante acontece na área cultural. Para atingir os objetivos propostos, foram utilizados análise de conteúdo e um corpus de 52 edições do caderno publicadas em 2010, totalizando 422 textos. Buscou-se identificar critérios de noticiabilidade, referências espaciais e temporais, temas, gêneros e colaboradores presentes no suplemento; apontar os valores que a publicação estabelece para definir o que é ser culto; e vislumbrar o mapa do sistema cultural proposto por ela. Também foi realizada uma entrevista em profundidade com seu atual editor, Luiz Antônio Araujo, a fim de melhor compreender o contexto de produção. Os resultados indicaram a predominância de atualidade, notoriedade e proximidade entre os valores-notícia; de textos opinativos entre os gêneros; de literatura e livros entre os temas, seguidos por música e história; e professores universitários, agentes culturais e jornalistas entre os colaboradores. No desenho da vida cultural delineado pelo Cultura são valorizados temas e discussões atuais e próximos do leitor, buscando uma identificação entre público e jornal. Um aspecto essencial da cobertura é o prestígio construído pelo caderno ao reafirmar a crença do campo em certos agentes notórios. Mesmo tendo apresentado uma predominância de assuntos internacionais, o veículo mostrou seguir a linha editorial de Zero Hora ao considerar a perspectiva local o norte da cobertura, já que a origem da maioria dos colaboradores é o RS. O caderno parte de um conceito de cultura que privilegia as manifestações artísticas tradicionais, enfatizando suas versões clássicas, ao mesmo tempo em que expande seu escopo acolhendo outros temas. Também funciona seguindo a lógica do consumo de produtos culturais, abundantes em um mercado de fluxo contínuo, relacionando-o ao aperfeiçoamento intelectual do leitor e à distinção que pode ser alcançada por meio dele. No Cultura, o jornalismo atua como espaço de mediação entre o público e o sistema cultural, aproximando leitor e campos especializados. Nesse processo atua a figura do editor que, ao julgar e hierarquizar temas e discussões, define o que o suplemento deixará para a história. Foram destacadas instâncias consagradoras como o saber legitimado, a crítica, a divulgação e o consumo, a criação e os agentes especializados.
Abstract This dissertation seeks to understand how local cultural life is represented in Cultura, Zero Hora’s weekly supplement, considering that journalism can establish values, reinforce consensus and register tendencies of a certain time, and also that supplements are a part of the newspaper that escape of the daily logic, supposedly concentrating the most important facts of the field. In order to reach the goals proposed by this research, Content Analysis (CA) was used with a corpus of the 52 editions of the supplement published in 2010, totalizing 422 texts. The intention was to identify news values, references of time and space, type of texts, subjects and authors; indicate values the supplement establishes to define what means to be cultured; and to catch a glimpse of the intended map of the cultural system. An in-depth interview was made with the current editor of the supplement, Luiz Antônio Araujo, in order to know better its production context. The results indicated the prevalence of present time; notoriety and proximity among the news values; of opinative texts among genres; of literature and books among themes, followed by music and history; and university professors, cultural agents and journalists among the recurrent authors. In the map of cultural life proposed by Cultura are valued current and close to the reader subjects and discussions, seeking to promote and identification between newspaper and its audience. An essential aspect of its coverage is the prestige the supplement built when reiterates the field’s belief in certain notorious agents. Even though it has presented a predominance of international subjects, the supplement follows the editorial line of Zero Hora when considers local perspective as its coverage guide, once the major part of the authors is from RS. The supplement uses a culture concept that privileges subjects related to the traditional artistic expressions, emphasizing its classic versions, in the same time as expands its scope accepting others themes. The supplement follows the consumption’s logic, abundant in a market of continuous flow, relating it to the reader’s intellectual improvement and the distinction that can be reached through it. In Cultura, journalism works also as a mediator between public and the cultural system, approaching reader and specialized fields. In this process acts the central figure of the editor. When he judges and prioritizes subjects and discussions, defines what the supplement will leave for history. It was highlighted consecrated instances as the legitimized knowledge, criticism, disclosure and consumption, creation and specialized agents.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49415
Arquivos Descrição Formato
000836057.pdf (2.426Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.