Repositório Digital

A- A A+

A Biblioteca pública no discurso científico : positividades ao longo da década : (2001-2010)

.

A Biblioteca pública no discurso científico : positividades ao longo da década : (2001-2010)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Biblioteca pública no discurso científico : positividades ao longo da década : (2001-2010)
Autor Rodriguez, Adalberto Diehl
Orientador Caregnato, Sonia Elisa
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Bibliometria
Biblioteca pública
Comunicação científica
Discurso
[en] Analysis of bibliographical references
[en] Discourse
[en] Foucault, Michel
[en] Public library
[en] Scientific communication
Resumo O presente estudo aborda o discurso científico sobre Biblioteca Pública no Brasil, entre os anos de 2001 e 2010, através de uma análise de como o conjunto de enunciados da prática discursiva sobre Biblioteca Pública na comunicação científica revela suas positividades. Desenvolve tal análise a partir do referencial dado por Foucault, privilegiando a fase arqueológica de seu pensamento. Elege como objetivos específicos do estudo a identidade do espaço discursivo da Biblioteca Pública na comunicação científica, a indicação do seu sistema de formação, a caracterização das rupturas e do descontínuo em sua representação e a apresentação dos fenômenos de ordem e encadeamento em seu espaço. Relaciona cada um dos objetivos a indicadores bibliométricos para a mensuração das características presentes no corpus da pesquisa, a saber, as 745 referências bibliográficas dos artigos publicados em periódicos de Biblioteconomia e Ciência da Informação ao longo da última década. Recupera os artigos de periódicos a partir de uma busca na Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI); organiza as referências bibliográficas dos artigos em uma planilha eletrônica Excel; identifica os temas das referências através de consulta às bases Emerald, WorldCat e catálogos institucionais dos documentos referenciados como literatura cinzenta; analisa os indicadores bibliométricos segundo os objetivos. Usa indicadores de atividade (número de periódicos, de artigos científicos, de referências da temática) para a identificação do espaço discursivo da Biblioteca Pública na comunicação científica. Assinala mediante os indicadores de primeira geração (coautorias, colaborações institucionais, acoplamentos bibliográficos) o sistema de formação do discurso. Caracteriza a ruptura e o descontínuo na representação do discurso através da comparação entre a temática dos artigos e as das suas referências. Apresenta os fenômenos de ordem e encadeamento no espaço do discurso por meio dos indicadores de consumo (índice de Price, índice de isolamento, distribuição de referências por idioma e tipo de documento). Constrói informações adicionais a partir do cruzamento de alguns desses indicadores mencionados entre si. Constata como resultados que 25 periódicos entre 2001 e 2010 publicaram artigos relacionados à Biblioteconomia e Ciência da Informação; há 407 edições disponíveis com 3593 artigos publicados no período; a temática está presente em 1,1% dos artigos publicados nos periódicos de Biblioteconomia e Ciência da Informação da década; existem 38 artigos correspondentes à porcentagem da temática; os artigos foram escritos através de autorias individuais (52,6%) e coautorias (47,4%); todos os periódicos estudados são veículos extrapares; a filiação institucional dos autores-fonte e a responsabilidade editorial são predominantemente acadêmicas (85% e 76%, respectivamente); o acoplamento bibliográfico envolveu 3,6% do total de referências bibliográficas utilizadas; a composição do discurso sobre Biblioteca Pública pertence em 51% aos domínios extrínsecos à Biblioteconomia; as referências bibliográficas apresentam leve tendência à literatura posterior há cinco anos (índice de Price em 42%); há o predomínio de referências publicadas no país (índice de isolamento em 63,5%); prevalece o Português como idioma das referências (66,4%); os livros e os artigos constituem 62,8% das referências bibliográficas. Os resultados indicam que a função autoral pelos profissionais que formulam a praxis é mínima; há um forte movimento de interiorização de positividades exteriores ao domínio da Biblioteconomia na composição do discurso; abre-se um espaço para a formulação discursiva de outros grupos de poder, que não os tradicionalmente oriundos daquele domínio. Tais constatações abrem perspectivas para estudos futuros aptos a aprofundar a discussão.
Abstract The present study broach the scientific discourse on public libraries in Brazil, between 2001 and 2010, through an analysis of the set of statements by which the discursive practice about Public Library in scientific communication reveal their positivities. Develops an analysis from the reference given by Foucault, focusing on the archaeological phase of his thought. Elects like specific objectives of study the identity of the discursive space of the Public Library in scientific communication, the indication of their formation system, the characterization of ruptures and the discontinuous in their representation and presentation of the phenomena of order and sequence in your space. Lists each goal with bibliometric indicators to measure the characteristics present in the corpus of research, namely the 745 references of articles published in journals in the fields of Library and Information Science in the last decade. The recuperation of these references followed four steps: recovering journal articles from a search of the Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI); organization the references of articles in an Excel spreadsheet; identification of issues through consultation of the references to bases Emerald, WorldCat and institutional catalogs the documents referred to as gray literature; analysis of bibliometric indicators. The analysis of bibliometric indicators needed to meet each objective proposed in this study were: to identify the discursive space of the Public Library in scientific communication, the use of indicators of activity (number of journals, scientific articles published, references the theme). The formation system of speech was marked by the first generation indicators (co-authors, institutional collaborations, bibliographic couplings). The ruptures and the discontinuous representation of the speech were characterized by comparing the theme of the articles and the theme of their references. The presentation order of phenomena in space and sequence of the speech was performed by means of consumption indicators (Price index, isolation index, distribution of references by language and document type). Additional information was constructed from the intersection of some of the indicators mentioned together. The research results found that 25 journals between 2001 and 2010 published articles related to Library and Information Science; 3593 articles are published in 407 editions; the theme is present in 1.1% of articles published in journals of library and Information Science of the decade; there are 38 articles corresponding to the percentage of the theme; the articles were written by individual authors (52.6%) and coauthors (47.4%); all the journals studied are extrapairs vehicles; the institutional affiliation of authors and source are predominantly academic editorial responsibility (85% and 76%, respectively); the bibliographic coupling involved 3.6% of all references used; the composition of the discourse on the Public Library at 51% belongs to the extrinsic domains Library; the references show a slight tendency towards literature five years later (Price index in 42%); there is a predominance of references published in the country (index of isolation in 63.5%); prevails the Portuguese as the language of the references (66 4%); books and articles constitute 62.8% of the references. The results indicate that the autoral function by the professionals who contribute with praxis is minimal, there is a strong movement of internalization of positivities outside the field of Librarianship in the composition of the discourse and opens a discursive space for the development of other power groups, which not traditionally come from that domain. These findings open perspectives for future studies able to deepen the discussion.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49421
Arquivos Descrição Formato
000835488.pdf (1.527Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.