Repositório Digital

A- A A+

Você aprende. A gente ensina? : interrogando relações entre educação e saúde desde a perspectiva da vulnerabilidade

.

Você aprende. A gente ensina? : interrogando relações entre educação e saúde desde a perspectiva da vulnerabilidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Você aprende. A gente ensina? : interrogando relações entre educação e saúde desde a perspectiva da vulnerabilidade
Outro título You learn, we teach? : questioning relations between education and health from the perspective of vulnerability
Autor Meyer, Dagmar Elisabeth Estermann
Mello, Debora Falleiros de
Valadão, Marina Marcos
Ayres, José Ricardo de Carvalho Mesquita
Resumo Neste artigo, a exploração dos sentidos associados à frase-síntese de uma campanha promovida no Dia Mundial Sem Tabaco instiga a discussão das principais ênfases constitutivas do campo da educação em saúde, no Brasil. Retoma-se o conceito de vulnerabilidade para situar/explorar suas interseções com o educativo para, então, apontar a produtividade teóricoprática e política da articulação entre educação em saúde e estudos de vulnerabilidade. Conclui-se que a necessária renovação das práticas de saúde em geral e, particularmente, das práticas de educação em saúde, pode beneficiar-se grandemente do referencial da vulnerabilidade, na medida em que ele delineia um novo horizonte para situar e articular riscos, “causalidades” e “determinações”, trazendo a saúde – assim como a possibilidade de adoecer – para o campo da vida real, para o mundo dos sujeitos em relação, no qual esses processos ganham sentidos singulares.
Abstract This article explores the meanings associated with the motto used in a World No-Tobacco Day campaign to stimulate a discussion of the principal underlying messages in the field of health education in Brazil. The study focuses on the concept of vulnerability to contextualize and explore its interfaces with education in order to highlight the theoretical, practical, and political productivity of the link between health education and studies on vulnerability. In conclusion, the necessary renewal of health practices in general and health education practices in particular can benefit tremendously from the vulnerability reference, to the extent that it demarcates a new horizon for situating and linking risks, “causalities”, and “determinations”, drawing health – as well as the possibility of illness – into the field of real life, into the world of inter-subjective relations, where these processes gain unique meanings.
Contido em Cadernos de saúde pública. Rio de Janeiro. Vol. 22, n. 6 (jun. 2006), p. 1335-1342
Assunto Brasil
Promoção da saúde
Saúde
Vulnerabilidade
[en] Health education
[en] Health promotion
[en] Vulnerability
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49532
Arquivos Descrição Formato
000585283.pdf (72.33Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.