Repositório Digital

A- A A+

Associação dos padrões alimentares com obesidade geral e abdominal em mulheres residentes no Sul do Brasil

.

Associação dos padrões alimentares com obesidade geral e abdominal em mulheres residentes no Sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação dos padrões alimentares com obesidade geral e abdominal em mulheres residentes no Sul do Brasil
Outro título Association between dietary patterns and body mass index and waist circumference in women living in Southern Brazil
Autor Perozzo, Gabriela
Olinto, Maria Teresa Anselmo
Dias-da-Costa, Juvenal Soares
Henn, Ruth Liane
Castellá Sarriera, Jorge
Pattussi, Marcos Pascoal
Resumo Com objetivo de estudar a associação de padrões alimentares com obesidade, realizou-se estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 1.026 mulheres (20 a 60 anos) em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. A obesidade geral foi avaliada pela utilização de índice de massa corporal (IMC ≥ 30kg/m2) e a adiposidade abdominal, circunferência da cintura (CC ≥ 88cm). Os padrões alimentares foram identificados por análise fatorial. Para análise multivariada, foi utilizada regressão de Poisson. Entre o total de mulheres, 18% (IC95%: 15,66-20,53) tinham obesidade geral e 23,3% (IC95%: 20,72-26,06) abdominal. Após controle para fatores de confusão, o baixo consumo do PA-frutas associou-se positivamente com o IMC (RP = 2,18; IC95%: 1,35-3,53; p = 0,001). Já o baixo consumo do PA-vegetais apresentou efeito protetor para o aumento nos níveis de IMC (RP = 0,64; IC95%: 0,47-0,86; p = 0,004) e o do PA-nozes/oleaginosas para o aumento na medida da CC (RP = 0,93; IC95%: 0,89- 0,98; p = 0,008). O estudo aponta para a complexidade envolvida na relação entre padrões alimentares e obesidade e a necessidade de novos estudos, objetivando o melhor entendimento do tema.
Abstract This study focused on the association between dietary patterns and obesity. A cross-sectional population-based study was performed in 1,026 adult women from Southern Brazil. Waist circumference (WC), height, and weight were measured according to a standardized protocol, and body mass index (BMI) was calculated. Obesity was defined as BMI ≥ 30kg/m2 and WC ≥ 88cm. Principal components analysis was used to identify dietary patterns. Multivariate analysis used a Poisson regression model to estimate prevalence ratios and respective confidence intervals. After controlling for possible confounders, low consumption of “vegetables” protected against increased BMI (PR = 0.64; 95%CI: 0.47-0.86; p = 0.004), while low consumption of “nuts/oilseeds” protected against increased WC (PR = 0.93; 95%CI: 0.89-0.98; p = 0.008). Low consumption of “fruits” was a risk factor for high BMI (PR = 2.18; 95%CI: 1.35-3.53; p = 0.001). The study indicates the complexity of the association between dietary patterns and obesity. New studies are needed to further clarify the subject.
Contido em Cadernos de saúde pública = Reports in public health. Rio de Janeiro. Vol. 24, n.10 (out. 2008), p. 2427-2439
Assunto Comportamento alimentar
Mulheres
Obesidade
[en] Abdominal fat
[en] Feeding behavior
[en] Obesity
[en] Women
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49584
Arquivos Descrição Formato
000675076.pdf (205.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.