Repositório Digital

A- A A+

Hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos em escolares de uma cidade da Região Sul do Brasil

.

Hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos em escolares de uma cidade da Região Sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos em escolares de uma cidade da Região Sul do Brasil
Outro título Oral hygiene habits and use of dental services among teenage students in a city in southern Brazil
Autor Freddo, Silvia Letícia
Aerts, Denise Rangel Ganzo de Castro
Abegg, Claídes
Davoglio, Rosane Silvia
Vieira, Patricia Conzatti
Monteiro, Lisiane
Resumo Estudo transversal investigando associação entre hábitos de higiene bucal e utilização dos serviços odontológicos, fatores sócio-demográficos e relacionados ao estilo de vida em amostra representativa de 1.170 escolares de 7ª série do ensino municipal de Gravataí, Rio Grande do Sul, Brasil. A associação entre os desfechos e sexo; cor da pele; inserção sócio-econômica; estilo de vida sedentário; uso de álcool e tabaco; e consumo de balas, refrigerantes e chocolates foi investigada com regressão de Cox univariada. Entre os jovens estudados, 77,8% escovavam os dentes ≥ 3 vezes/dia, 31,9% utilizavam fio dental, 68,9% visitavam o dentista anualmente e 50% consultaram por motivo curativo. As meninas apresentaram maior freqüência de escovação do que os meninos. Os jovens com baixa inserção sócio-econômica, os com estilo de vida sedentário e os que experimentaram tabaco apresentaram menor uso diário de fio dental e consultas odontológicas anuais, e mais consultas curativas. O consumo de balas associou- se à menor utilização de serviços odontológicos e o de refrigerantes à maior freqüência de consultas curativas. O estilo de vida saudável associou-se com melhores hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos.
Abstract This study evaluated oral hygiene habits and use of dental services among teenage students, and analyzed their association with sociodemographic factors and life styles. This cross-sectional study included a representative sample of 1,170 seventh-graders from municipal public schools of Gravataí, Rio Grande do Sul State, Brazil. The Cox regression model for univariate analysis, modified for cross-sectional studies, was used to analyze the association between variables. Of the adolescents included in the study, 77.8% brushed their teeth three or more times a day, 31.9% flossed daily, 68.9% visited the dentist regularly, and 50% visited the dentist for dental treatment. Tooth brushing was more frequent among female adolescents. Lower socioeconomic status was associated with a lower frequency of daily flossing, fewer annual dental visits, and a greater prevalence of dental treatment visits. Similar results were found for adolescents with a sedentary lifestyle or that had tried smoking. The consumption of candy was associated with lower frequency of annual dental visits, and the consumption of soft drinks, with greater frequency of treatment visits. A healthy life style was associated with better oral hygiene habits and more frequent dental visits.
Contido em Cadernos de saúde pública. Rio de Janeiro. Vol. 24, n. 9 (set. 2008), p. 1991-2000
Assunto Higiene bucal
Odontologia preventiva
[en] Adolescents
[en] Dental health services
[en] Oral hygiene
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49594
Arquivos Descrição Formato
000717859.pdf (111.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.