Repositório Digital

A- A A+

Utilização de serviços ambulatoriais de saúde em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil : alguns fatores relacionados com as consultas médicas acima da média

.

Utilização de serviços ambulatoriais de saúde em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil : alguns fatores relacionados com as consultas médicas acima da média

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Utilização de serviços ambulatoriais de saúde em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil : alguns fatores relacionados com as consultas médicas acima da média
Outro título Use of outpatient services in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil : factors related to aboveaverage number of physician visits
Autor Dias-da-Costa, Juvenal Soares
Olinto, Maria Teresa Anselmo
Gigante, Denise Petrucci
Menezes, Ana Maria Baptista
Macedo, Silvia
Daltoé, Tiago
Santos, Iná da Silva dos
Fuchs, Sandra Cristina Pereira Costa
Resumo Por meio de estudo transversal de base populacional, incluindo pessoas de ambos os sexos, de 20 a 69 anos, residentes na zona urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, objetivou-se verificar características associadas a consultas médicas ambulatoriais acima da média. A média de consultas, com médico, no último ano foi 3,2, com desvio padrão 5,5. A análise foi realizada considerando-se dois desfechos: indivíduos com mais de oito consultas médicas por ano (um desvio padrão acima da média); e mais de 14 consultas (dois desvios padrões acima da média). Entre 1.962 pessoas, 183 (9,3%) consultaram mais que oito vezes durante o ano. A regressão logística mostrou que estavam associadas as variáveis: sexo, idade, diabetes mellitus, hipertensão arterial, bronquite crônica, distúrbios psiquiátricos menores e hospitalizações no último ano. Encontraram-se 57 (2,9%) indivíduos com mais de quatorze consultas médicas durante o ano. Na regressão logística, foram encontradas diferenças para sexo, hipertensão arterial, distúrbios psiquiátricos menores e hospitalizações no último ano. A elevada procura por serviços de saúde nem sempre significa inadequação, e sua restrição pode resultar em políticas que restrinjam o acesso aos cuidados, implicando sofrimento para pacientes em condições graves.
Abstract This cross-sectional, population-based study including males and females 20 to 69 years of age from the urban area of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil, aimed to verify characteristics associated with above-average number of medical consultations. The mean number of physician consultations in the previous year was 3.2, with a standard deviation of 5.5. The analysis considered two outcomes: individuals with more than eight physician visits per year (one SD above the mean) and more than 14 consultations (two SD above the mean). In the sample of 1,962 individuals, 183 (9.3%) reported more than eight physician consultations in the previous year. Logistic regression compared the outcomes with the following variables: sex, age, diabetes mellitus, hypertension, chronic bronchitis, minor psychiatric disorders, and hospitalization in the previous year. There were 57 individuals (2.9%) with more than 14 consultations during the year. Logistic regression showed significant differences for sex, hypertension, minor psychiatric disorders, and hospitalization in the previous year. The high demand does not always mean inadequate health services, and restricting the demand could result in policies that limit access to care, causing suffering to patients with serious conditions.
Contido em Cadernos de saúde pública. Rio de Janeiro. Vol. 24, n. 2 (fev. 2008), p. 353-363
Assunto Atenção primária à saúde
Pelotas (RS)
Referência e consulta
Rio Grande do Sul
Saúde pública
Serviços ambulatoriais de saúde
[en] Ambulatory care
[en] Health services
[en] Health services misuse
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49597
Arquivos Descrição Formato
000689729.pdf (205.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.