Repositório Digital

A- A A+

Impacto dos investimentos em tecnologia da informação nas variáveis estratégicas das empresas prestadoras de serviços contábeis

.

Impacto dos investimentos em tecnologia da informação nas variáveis estratégicas das empresas prestadoras de serviços contábeis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto dos investimentos em tecnologia da informação nas variáveis estratégicas das empresas prestadoras de serviços contábeis
Autor Haberkamp, Angela Maria
Orientador Macada, Antonio Carlos Gastaud
Data 2005
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Estudo de caso
Organizações
Tecnologia da informação
Variáveis estratégicas
Resumo Apesar da importância dos investimentos em TI para o aumento da produtividade e da eficiência das empresas prestadoras de serviços contábeis, percebe-se a falta de modelos que mensurem os impactos na área. Esta dissertação tem como objetivo identificar os impactos dos investimentos em TI nas variáveis estratégicas das empresas prestadoras de serviços contábeis estabelecidas no Estado do Rio Grande do Sul. Com base na revisão da literatura de Sistemas de Informação (SI) obteve-se o modelo inicial de pesquisa. O processo de validação e refinamento do instrumento utilizou procedimentos qualitativos e quantitativos como: validade de face e conteúdo, análise de fidedignidade (alfa de Cronbach), análise de correlação itemtotal corrigido (CITC), análise fatorial exploratória nos blocos e entre os blocos e análise fatorial confirmatória. Como resultado desses processos de validação e refinamento obteve-se um instrumento de pesquisa composto por 19 itens e sete variáveis (competitividade, custos, mercado, produtos e serviços, produtividade, eficiência organizacional interna e coordenação interorganizacional). Como método foi utilizada a pesquisa survey, aplicada a uma amostra de 158 empresas. Os resultados mostram que o impacto da TI ocorre com maior intensidade na variável estratégica produtividade, seguida da coordenação interorganizacional, e com menos intensidade em custos e mercado. A análise de variância mostrou que não há diferenças estatisticamente significativas entre os grupos de respondentes. Foi realizada também a análise de regressão, utilizando como variáveis dependentes a competitividade e a produtividade, e como independentes, as demais variáveis. A eficiência organizacional interna foi apontada em ambos os casos como a mais importante. Buscando aprofundar a pesquisa, foram realizadas entrevistas com contabilistas, os quais ratificaram a maior parte dos resultados obtidos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/4960
Arquivos Descrição Formato
000507105.pdf (296.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.