Repositório Digital

A- A A+

Rotas críticas de mulheres em situação de violência : depoimentos de mulheres e operadores em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Rotas críticas de mulheres em situação de violência : depoimentos de mulheres e operadores em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Rotas críticas de mulheres em situação de violência : depoimentos de mulheres e operadores em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
Outro título Critical trajectories of female victimes of gender violence : discourse analysis of women and staff professionals in Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil
Autor Meneghel, Stela Nazareth
Bairros, Fernanda Souza de
Mueller, Betânia
Monteiro, Débora
Oliveira, Lidiane Pellenz de
Collaziol, Marceli Emer
Resumo Esta pesquisa de abordagem qualitativa tem por objetivo estabelecer a trajetória de mulheres em situação de violência de gênero na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A metodologia incluiu entrevistas em profundidade com mulheres e operadores sociais, procurando mapear a rota crítica das mulheres quando decidem procurar ajuda. Foram entrevistadas 21 mulheres em situação de violência e 25 operadores das áreas jurídica, policial, ação social, saúde e organizações não governamentais. A rota percorrida pelas mulheres nos serviços foi mapeada e analisada, sendo identificados aspectos facilitadores e limitadores no processo de romper com a violência. As mulheres relataram a pressão dos operadores para que retornem ao casamento e a ineficiência do setor policial para darlhes proteção. Nos depoimentos dos operadores, perceberam- se as diferentes concepções de violência entre os serviços, a medicalização da violência e a fragmentação da rede.
Abstract This qualitative study aims to describe the trajectories of female victims of gender violence in Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil. The methodology included in-depth interviews with women and staff, attempting to map the critical paths of women when they made the decision to seek professional help. We interviewed 21 women victims of gender violence and 25 professionals, including law enforcement officials, health and social workers, and nongovernmental organizations. The women’s trajectories in the services were mapped, identifying facilitating factors and obstacles in the process of breaking with gender violence. The victims reported: pressure by professional staff to return to their marriages and police inefficiency in providing protection. The discourse of law enforcement officials and health and social workers showed a range of different concepts regarding violence, medicalization of violence, and network fragmentation.
Contido em Cadernos de saúde pública = Reports in public health. Vol. 27, n.4 (2011), p. 743-752
Assunto Violência : Mulher
Violência de gênero
Violência doméstica : Mulher
[en] Critical route
[en] Domestic violence
[en] Violence against women
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49622
Arquivos Descrição Formato
000777649.pdf (96.08Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.