Repositório Digital

A- A A+

Proveniência de rochas sedimentares detríticas do gráben de piranhas e comparação com a Formação Vila Maria do Siluriano da Bacia do Paraná

.

Proveniência de rochas sedimentares detríticas do gráben de piranhas e comparação com a Formação Vila Maria do Siluriano da Bacia do Paraná

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Proveniência de rochas sedimentares detríticas do gráben de piranhas e comparação com a Formação Vila Maria do Siluriano da Bacia do Paraná
Autor Gezatt, Julia Neri
Orientador Pimentel, Marcio Martins
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Estratigrafia
Paraná, Bacia do
Rochas sedimentares
[en] Brasilia belt
[en] Piranhas Fm
[en] Provenance
[en] SHRIMP
[en] U-Pb
[en] Vila Maria Fm
Resumo O gráben de Piranhas é formado por sedimentos detríticos tendo início nos conglomerados polimíticos basais, gradando para arcóseos microconglomeráticos, arcóseos e argilitos em direção ao topo, os quais compõem a Formação Piranhas. Localiza-se na região sudoeste de Goiás, em uma faixa limitada por falhas, circundada pelas rochas ígneas e metaígneas do Arco Magmático de Goiás do Neoproterozóico. As rochas basais da Formação Piranhas apresentam populações de zircões detríticos com idades predominantes entre 760 e 600 Ma, compatíveis com as idades de algumas das sequências metavulcanossedimentares do Arco Magmático de Goiás, porém, sem registro de idades mais antigas relativas aos ortognaisses, rochas metavulcânicas e granitos miloníticos típicos do arco (ca. 900 a 800 Ma). Estão ausentes também idades mais jovens que 600 Ma, que representariam a erosão dos granitóides pós-tectônicos (de idades entre ca. 590 a 500 Ma). Da mesma forma, as idades de proveniência encontradas para os arenitos do topo da Fm. Vila Maria indicam fontes também de idades neoproterozóicas, mas contêm componentes com idades entre ca. 900-760 Ma, demonstrando erosão mais profunda do Arco Magmático. Populações com idades meso e paleoproterozóicas podem estar relacionadas aos eventos da aglutinação do supercontinente Rodínia e a zircões detríticos dos metassedimentos da própria Faixa Brasília, respectivamente. Assim, as novas informações sobre as formações Piranhas e Vila Maria referentes à proveniência dos sedimentos obtidas em estudo pelo método U-Pb por SHRIMP, e sobre a evolução e significado tectônico dessas formações, podem ter importante papel na complementação dos dados existentes a respeito da área, auxiliando num melhor entendimento dos fenômenos tectônicos que se deram durante e após a sua deposição.
Abstract The Piranhas graben is formed by detrital sediments starting at the base with polymitic conglomerates, grading upwards to microconglomeratic arkoses, arkoses and mudstones at the top comprising the Piranhas Formation. It is located in southwest Goiás in a fault-bounded trough, surronded by igneous and metaigneous rocks of the Neoproterozoic Goiás Magmatic Arc. The basal rocks of the Piranhas Formation show populations of detrital zircons with ages between 760-600 Ma, consistent with the ages of some of the metavolcanosedimentary sequences of the Goiás Magmatic Arc, with no record, however, of the older ages of the typical orthogneisses, metavolcanic rocks and mylonitic granites of the arc (ca.900 to 800 Ma). Ages younger than 600 Ma, which would represent the erosion of post-tectonic granitoids (ages ranging from ca. 590 to 500 Ma), are also absent. Likewise, the provenance ages for the sandstones found at the top of the Vila Maria Fm. also indicate Neoproterozoic sources, but contain components with ages between ca. 900 and 760 Ma, indicating erosion of the roots of the magmatic arc. Populations with Mesoproterozoic and Paleoproterozoic ages may be correlated with events of the agglutination of the Rodinia supercontinent and with detrital zircons from the Brasilia Belt’s metasediments, respectively. Thus, new information on the Piranhas and Vila Maria formations concerning the provenance of the sediments obtained by the U-Pb method with SHRIMP, and on the evolution and tectonic significance of these formations may have an important role in complementing existing data about the area, assisting in a better understanding of tectonic phenomena that occurred during and after its deposition.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49675
Arquivos Descrição Formato
000837841.pdf (3.812Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.