Repositório Digital

A- A A+

A história infantil como recurso para a compreensão do processo saúde-doença pela criança com HIV

.

A história infantil como recurso para a compreensão do processo saúde-doença pela criança com HIV

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A história infantil como recurso para a compreensão do processo saúde-doença pela criança com HIV
Autor Brondani, Jeanine Porto
Orientador Pedro, Eva Néri Rubim
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Contação de histórias
Enfermagem pediátrica
HIV
Literatura infantil
Síndrome da imunodeficiência adquirida : Criança
[en] Children
[en] Children’s history
[en] Disease
[en] HIV
[en] Nursing
[en] Treatment
[es] Enfermedades
[es] Enfermería
[es] Historia para los niños
[es] Los niños
[es] Tratamiento
Resumo O viver das crianças portadoras do vírus do HIV é marcado por especificidades que dizem respeito ao estigma, preconceito e silêncio sobre a condição de saúde, os quais interferem na sua participação no processo terapêutico. A partir desta questão, criou-se uma história infantil cuja temática envolve o processo saúde-doença relacionado ao HIV/ aids na infância. O estudo em pauta, de cunho qualitativo, tem o objetivo de analisar de como a história infantil que aborde questões relacionadas ao HIV/aids (uso contínuo de medicação, sigilo, segredo, efeitos colaterais, exames, internações, entre outros) contribui para a compreensão do processo saúde-doença para a criança com HIV. Realizado no ambulatório de pediatria do Hospital Conceição em Porto Alegre/RS, no período entre maio e dezembro de 2011, o estudo contou com cinco crianças participantes, com idades entre sete e 10 anos, e seus cuidadores. Para a coleta de dados utilizou-se a técnica de grupo focal e entrevista. Os dados foram analisados mediante análise temática de conteúdo em que emergiram duas categorias: 1) Identificação com a história e a relação com o processo saúde-doença das quais derivaram as subcategorias: situações do cotidiano, vivências e perspectivas; 2) Compreensão da história e do processo saúde-doença, com suas subcategorias: conhecimentos prévios, apreensão e somando conhecimentos. Os resultados demonstraram que mediante a contação de histórias é possível conversar com as crianças sobre o processo saúde-doença sem revelar o diagnóstico, levando-as a compreenderem esse processo e a importância do tratamento. A interação com a história, por meio de catarse, permitiu a identificação de suas vidas com as das personagens e com seus projetos de vida. Percebeu-se que a história infantil pode ser um dos recursos para auxiliar pais, demais cuidadores, e profissionais da saúde envolvidos com a aids infantil a iniciar ou desencadear o processo de revelação do diagnóstico para a criança.
Abstract The life of children with the HIV virus is marked by very specific issues that relate to stigma, prejudice and silence about the health condition which interferes with their participation in the therapeutic process. To this end, we created a children's story that brings as thematic issues involving the health-disease process related to HIV/AIDS in childhood. This is a qualitative study aimed to analyze how the children's story that addresses issues related to HIV/AIDS (continuous use of medication, secrecy, secret, side effects, examinations, hospitalizations among others) contributes to the understanding of the health-disease process by HIV carriers' children. It was conducted at the pediatric clinic of the Hospital Conceição in Porto Alegre / RS, in the period between May and December 2011. The participants were five children aged between seven and 10 years and their caregivers. It was used for data collection technique of focus group and interview. Data were analyzed using thematic content analysis in that emerged two categories: Identification with the history and relationship with the healthdisease process with the subcategories: everyday situations and experiences and perspectives; and Comprehension of the history and the health-disease process and the subcategories: previous knowledge and apprehension and adding knowledge. The results demonstrated that through the telling of stories it is possible to talk with children about the health-disease process without revealing the diagnosis, leading them to an understanding of their situation besides the importance of treatment. Furthermore, the interaction with the story, through catharsis, allowed an identification of their lives with the characters and with their life projects. It was also perceived that the children's story can be a resource to assist parents and other caregivers, besides health professionals involved with the childish AIDS to initiate or trigger the process of revelation of diagnosis to the child.
Resumen La vida de los niños portadores del virus del HIV se caracteriza por cuestiones muy específicas que se relacionan con el estigma, los prejuicios y el silencio sobre el estado de salud lo que interfiere en su participación en el proceso terapéutico. Así, hemos creado un cuento infantil que trae como temática las cuestiones relacionadas con el proceso saludenfermedad relacionada con el HIV/AIDS en la infancia. Se trata de un estudio cualitativo que tuvo como objetivo analizar cómo el cuento infantil que aborda las cuestiones relacionadas con el HIV/AIDS (uso continuo de medicamentos, el secreto, los efectos secundarios, las pruebas, las hospitalizaciones, entre otros) contribuye a la comprensión del proceso saludenfermedad por el niño portador del HIV. Se llevó a cabo en la clínica pediátrica del Hospital Conceição en Porto Alegre/RS, en el período comprendido entre mayo y diciembre de 2011. Los participantes fueron cinco niños de entre siete y 10 años y sus cuidadores. Se utiliza para la recolección de datos la técnica del grupo focal y entrevista. Los datos fueron analizados por medio del análisis temática de contenido en que surgió dos categorías: La identificación con la historia y la relación con el proceso salud-enfermedad, con las sub-categorías: las situaciones cotidianas y experiencias, y perspectivas; y La comprensión de la historia y del proceso salud-enfermedad y sub-categorías, el conocimiento anterior y la aprehensión y comprensión del conocimiento. Los resultados demostraron que a través de la narración de historias es posible hablar con los niños sobre el proceso salud-enfermedad, sin revelar el diagnóstico, lo que lleva a esos niños a una comprensión de su situación y la importancia del tratamiento. Por otra parte, la interacción con la historia, a través de la catarsis, permitió la identificación de sus vidas con los personajes y sus proyectos de vida. También se consideró que la historia de los niños puede ser uno de los recursos para ayudar a los padres y otros cuidadores y profesionales de la salud involucrados con los niños con AIDS para iniciar o activar el proceso de la revelación del diagnóstico para el niño.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49720
Arquivos Descrição Formato
000851150.pdf (690.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.