Repositório Digital

A- A A+

Da pedagogia às pedagogias : formas, ênfases e transformações

.

Da pedagogia às pedagogias : formas, ênfases e transformações

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Da pedagogia às pedagogias : formas, ênfases e transformações
Autor Camozzato, Viviane Castro
Orientador Costa, Marisa Cristina Vorraber
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Pedagogia cultural
Pós-modernidade
[en] Pedagogical will
[en] Pedagogies and cultural pedagogies
[en] Pedagogy
[en] Postmodern condition
Resumo A partir da noção de que o conceito de pedagogia é histórico e mutável, produzido e reproduzido nas contingências de cada tempo-espaço, nesta tese problematizo as novas formas e ênfases que a pedagogia vem adquirindo. O objetivo central é investigar as transformações no conceito de pedagogia, especificando suas articulações com as transformações culturais, vendo e procurando mostrar, por outro lado, o quanto essas tem sido elementos importantes nas flexões, formas e ênfases da pedagogia, fazendo com que seja pluralizada em sua denominação e em seus espaços de atuação. Devido a isso, a tese trabalha sobre a tensão da pedagogia às pedagogias, procurando mostrar, a partir dos Estudos Culturais pós-estruturalistas e da fecunda discussão sobre as pedagogias culturais, que há múltiplas pedagogias em funcionamento na sociedade contemporânea. Pedagogias tão díspares quanto forem as intencionalidades que as movimentem. Há a preocupação em circundar o conceito de pedagogia principalmente a partir das produtivas transformações no estado da cultura e nas relações com os saberes que tem sido perceptíveis a partir de meados da metade do século XX – abordando um espectro temporal que engloba discussões do que tem sido chamado de pós-moderno. O suporte teórico foi buscado em autores e autoras que problematizam questões referentes à condição pós-moderna, à pedagogia, às pedagogias culturais e à produção de sujeitos, especialmente, como Arendt, Bauman, Foucault, Lyotard, Ramos do Ó, Larrosa, Wortmann, Silva, Costa, dentre outros. O corpus de análise consiste em um conjunto de documentos, tais como excertos de livros da literatura pedagógica, de livros tipo best seller, uma matéria em revista e uma dissertação que analisa uma pedagogia cultural. Os achados da pesquisa mostram que é sobre a vida das pessoas como um todo que a pedagogia procura atuar. Para isso, tem se tornado uma necessidade e uma exigência que a pedagogia se prolifere, tornando possível que haja pedagogias em funcionamento na sociedade, atravessando os espaços e artefatos direcionados à condução das pessoas. De uma vontade de legislar tem havido um progressivo deslocamento para englobar, principalmente, as formas de interpretar, com as pedagogias, uma pluralidade que não cessa de se transmutar. Outro achado se deu em relação ao fato de ter identificado, a partir do conjunto de transformações que circundam a pedagogia, o funcionamento de uma vontade de pedagogia que torna possível as pedagogias – sobretudo frente as dificuldades de educar em um mundo cambiante. Em meio às condições analisadas, as pedagogias parecem atuar sobre as condições do presente para forjar, justamente, os sujeitos do presente. Um outro achado refere-se ao fato de que no cerne da pedagogia e das pedagogias está a pretensão de dar forma aos sujeitos ao atuar sobre eles, proporcionando um deslocamento, no contemporâneo, de uma pedagogia que operava com um mestre dando forma a um “outro” para, muito mais, um processo em que cada um passou a atuar sobre si mesmo, elaborando e reelaborando a si através de técnicas e práticas aprendidas com as pedagogias.
Abstract From the notion that the meaning of pedagogy is historical and changeable, produced and reproduced under contingencies of every piece of time-space, in this thesis I problematise new forms and emphases that pedagogy has owned. The main aim is to investigate changes in pedagogy meaning, showing its articulations with cultural changes, on the other hand, seeing and trying to show to what degree these have been important elements for changes, forms and emphases, so that its name and sites of action are pluralised. Therefore, from poststructuralist Cultural Studies and the fertile discussion about cultural pedagogies, this thesis works with the tension between pedagogy and pedagogies, seeking to show there are multiple pedagogies working in contemporary society: pedagogies that are as different as intentions moving them. I seek to come around the pedagogy meaning, particularly from useful changes in the culture state and relationships with pieces of knowledge noted found in the mid-20th century ― addressing a temporal space encompassing discussions about what has been called as the postmodern. The theoretical notion is based on male and female writers problematising issues about the postmodern condition, pedagogy, cultural pedagogies, and subject production, especially Arendt, Bauman, Foucault, Lyotard, Ramos do Ó, Larrosa, Wortmann, Silva, and Costa. The analysis corpus consists of a set of documents, such as pedagogical literature excerpts, best-selling books, an issue in a magazine and a dissertation analysing a cultural pedagogy. Research findings showed that the pedagogy seeks to act upon the people as a whole. For this, it is necessary and urgent pedagogy to spread out so that there are several pedagogies operating in society, cutting across spaces and artefacts meant to guide people. From a will to legislate, there has been a progressive change to encompass chiefly the ways of interpreting the plurality that does not stop transmuting. From the set of changes surrounding the pedagogy, another finding is about the fact of having identified the working of a pedagogical will enabling pedagogies, especially in the face of difficulties to educate in an interchangeable world. Under these conditions, pedagogies seem to act upon present conditions to forge exactly present subjects. Still another finding refers to the fact that in the core of pedagogy and pedagogies is the intention to shape subjects when acting upon them, providing displacement of a piece of pedagogy that was working with one teacher and forming „another one‟, towards a process in which everyone starts to act upon oneself, constructing and reconstructing oneself by techniques and practices pedagogies teach.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/49809
Arquivos Descrição Formato
000837866.pdf (1.290Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.