Repositório Digital

A- A A+

A que papel o professor de educação infantil vem sendo convocado? aspectos do desenvolvimento da criança frente à escolarização

.

A que papel o professor de educação infantil vem sendo convocado? aspectos do desenvolvimento da criança frente à escolarização

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A que papel o professor de educação infantil vem sendo convocado? aspectos do desenvolvimento da criança frente à escolarização
Autor Pereira, Karine Ribas
Orientador Folberg, Maria Nestrovsky
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Desenvolvimento
Educação infantil
Professor
Psicanálise
[en] Childhood education teachers
[en] Development
[en] Education
[en] Psychoanalysis
Resumo A presente pesquisa vinculada à linha de pesquisa “Personalidade, Cultura, Psicanálise e Educação”, procurou analisar o papel que o professor de educação infantil vem sendo convocado a ocupar, frente ao que está ocupando, no que concerne às questões do desenvolvimento infantil. A partir desse mapeamento, busca-se contribuir, através de sugestões, para que o professor posicione-se em um papel que possa funcionar como facilitador do desenvolvimento de seus alunos. Tal proposição investigativa justifica-se pela presença cada vez maior que o professor de educação infantil vem ocupando na vida de seus alunos. Foi percebido que tal fato gerava um discurso onde os papéis da família e da escola pareciam confusos. Procurou-se, a partir disso, escutar pais e professores, buscando compreender quais suas concepções acerca do papel do professor de educação infantil. Para isso, foi realizado um estudo de caso com cinco crianças que entraram em escolas de educação infantil antes de seu primeiro ano de vida e permanecem na escola em período integral. Foram entrevistados, a partir de entrevistas semi-estruturadas, os pais e professores dessas crianças. A metodologia de pesquisa utilizada foi a abordagem qualitativa. Foram realizadas as observações e as entrevistas em duas escolas de educação infantil localizadas na Grande Porto Alegre. À luz da teoria psicanalítica, foi realizado um percorrido teórico acerca do desenvolvimento infantil e da educação. Esse percorrido teórico fundamentou a análise do material coletado. Os resultados da pesquisa mostraram que ainda acontecem, dentro das escolas, muitas práticas que não são favoráveis ao desenvolvimento do sujeito. Porém, também foi observado, que essas práticas muitas vezes acontecem por um desconhecimento desse sujeito psíquico e das etapas decisivas na infância. Nesse sentido, é percebido o grande potencial da articulação da psicanálise com a educação no que diz respeito a tais questões, ficando esse potencial evidenciado a partir das possibilidades apontadas na presente pesquisa de um fazer educativo que funcione como facilitador do desenvolvimento do sujeito.
Abstract The present study, which is linked to the research line Personality, Culture, Psychoanalysis and Education, aimed at analyzing the role early childhood education teachers have been summoned to occupy, in relation to the one they are now occupying, concerning infantile development issues. The objective of this mapping is to make a contribution, through suggestions, for the teachers to place themselves in a role that can work as a facilitator of their students’ development. This research proposition is justified by the increasing presence the early childhood education teacher has been assuming in their students’ life. The fact that this reality caused a discourse where family and school roles seemed confused was observed. From this observation, we tried to listen to parents and teachers, aiming at understanding their conceptions about the role of early childhood education teachers. For this, a case study with five children who entered early childhood education schools before being one year old and attended school full time was made. These children’s parents and teachers were interviewed by means of semi-structured interviews. The research methodology used was the qualitative approach. The observations and interviews were made in two early childhood education schools located in Greater Porto Alegre. In the light of psychoanalytic theory, a theoretical study about the infantile development and education was made. This theoretical study served as a basis for the analysis of the material collected. The results of the research showed that a lot of practices which are not favorable to the development of the subject still happen inside schools. However, the fact that these practices many times happen due to a lack of knowledge about this psychic subject and the decisive stages of childhood was also observed. In this regard, the great potential of the articulation between Psychoanalysis and Education concerning these issues is observed, being this potential evident from the possibilities of an educative practice which can work as a facilitator of the development of the subject which are indicated in this research.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49814
Arquivos Descrição Formato
000850610.pdf (883.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.