Repositório Digital

A- A A+

Política fiscal e monetária ótimas em um modelo de médio porte para o Brasil pós plano real

.

Política fiscal e monetária ótimas em um modelo de médio porte para o Brasil pós plano real

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Política fiscal e monetária ótimas em um modelo de médio porte para o Brasil pós plano real
Autor Lobato, Carlos Eduardo
Orientador Hillbrecht, Ronald Otto
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Brasil
Desenvolvimento econômico
Modelo econométrico
Plano Real (1994 : Brasil)
Política fiscal
Política monetária
[en] DSGE
[en] Medium-scale model
[en] Optimal policies
Resumo Uma questão fundamental na macroeconomia é: Como um governo benevolente deveria conduzir as políticas monetária e fiscal no longo prazo e nos ciclos de negócios? Esta dissertação visa elucidar essa questão caracterizando as políticas monetária e fiscal ótimas para o Brasil no período pós Plano Real . Para tanto, será feito uso de um modelo de médio porte tal como proposto por Schmitt-Grohé e Uribe (2005). Médio porte, nada mais é do que a inclusão de quatro fontes de rigidez nominal: rigidez de preços, rigidez de salários, demanda por moeda por parte dos indivíduos e uma restrição cash-in-advance sobre a massa salarial das firmas. E cinco fontes de rigidez real: custos de ajustamento do investimento, utilização de capacidade variável, formação de hábitos, competição imperfeita nos mercados de produtos e fatores e taxação distorciva. Verificou-se que a estabilidade dos preços constitui essencialmente a política ótima.
Abstract A fundamental question in macroeconomics is how a benevolent government should conduct monetary and fiscal policies in the long-term and in the business cycles? This thesis aims to elucidate this question characterizing the optimal monetary and fiscal policies to Brazilin the period after the Real Plan. To do so, will be done using a medium-scale model as proposed by Schmitt-Grohé and Uribe (2005). Medium-scale, is nothing more than the inclusion of four sources of nominal rigidities: sticky prices, sticky wages, demand for money by individuals and a constraint cash-in-advance on the payroll of the firms. And five sources of real rigidities: investment adjustment costs, variable capacity utilization, habit formation, imperfect competition in product markets and factors and distorting taxation. It was found that price stability is essentially the optimal policy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49932
Arquivos Descrição Formato
000837196.pdf (697.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.