Repositório Digital

A- A A+

Influência da mastite na qualidade do leite e leite instável não ácido em diferentes quartos mamário

.

Influência da mastite na qualidade do leite e leite instável não ácido em diferentes quartos mamário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência da mastite na qualidade do leite e leite instável não ácido em diferentes quartos mamário
Autor Kolling, Giovani Jacob
Orientador Zanela, Maira Balbinotti
Co-orientador Fischer, Vivian
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Composição do leite
Leite instável
Mastite bovina
Qualidade do leite
[en] Milk composition
[en] SCC
[en] Stability of milk
[en] Unstable non acid milk
Resumo Objetivou-se verificar a relação entre a contagem de células somáticas do leite bovino ordenhado separadamente de quartos mamários com a qualidade físico-química do leite, em especial com o leite instável não ácido (LINA). Foram utilizadas 21 vacas das raças Holandês e Jersey, sendo selecionados a partir do teste do CMT os animais que apresentaram pelo menos um quarto mamário normal e os demais quartos com mastite subclínica. Realizou-se análise microbiológica, identificação dos agentes e, durante quatro dias consecutivos, as vacas foram ordenhadas com uma ordenhadeira especial de quartos individuais avaliando a produção, composição química, contagem de células somáticas (CCS) e análise física do leite. O principal agente isolado no leite foi o Corynebacterium sp. (27,38%). Ocorreu diminuição de 21,65% na produção de leite dos quartos com CCS acima de 750.000cél/mL. A instabilidade do leite não apresentou variação significativa dos quartos saudáveis em comparação com os quartos mastíticos. Dentre os componentes químicos do leite, o teor de lactose diminuiu à medida que ocorreu o aumento da CCS e não houve variação significativa nos teores de gordura, proteína bruta, sólidos totais e sólidos desengordurados. Houve variação significativa dos componentes do leite nas diferentes raças. Não houve relação entre a mastite subclínica e o LINA.
Abstract This study assessed the relationship between milk somatic cell count from different mammary quarters of cows with subclinical mastitis with physical and chemical milk quality, especially unestable non acid milk (UNAM). Twenty-one Holstein and Jersey cows were used which had at least one healthy quarter and the others with subclinical mastitis. Microbiological analysis was performed and the agents were identified. Cows were milked with a special milking machine which separate milk from each quarter for four consecutive days. Milk samples were collected to evaluate production, chemical composition, somatic cell count (SCC) and physical characteristics. The main agent identified in the milk was Corynebacterium sp. (27,38%). There was a decrease of 21,65% in quarter milk production of cows with SCC above 750.000cél/mL. Milk instability did not vary significantly from healthy quarters compared with mastitis. Among milk chemical components, lactose decreased as the SCC increased and there were no significant variation in levels of fat, protein, total solids and non-fat solids. There were significant variations in the components of milk in different breeds. There was no relationship between subclinical mastitis and UNAM.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49943
Arquivos Descrição Formato
000851753.pdf (4.341Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.